Por que a Apple quer entrar no mercado de carros elétricos

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Apple, agora no setor de automóveis. (Foto: AP Photo/Matthias Schrader)
Apple, agora no setor de automóveis. (Foto: AP Photo/Matthias Schrader)

A Apple pretende entrar no mercado de automóveis elétricos a partir de 2024, segundo uma reportagem da agência de notícias Reuters. Assim, a fabricante do iPhone deve bater de frente com rivais desse setor como a Tesla e outras montadoras tradicionais que também já apostam em elétricos, como Volkswagen e GM, entre outras.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Mas o que exatamente levaria a Apple a fazer um investimento tão grande e arriscado, em um setor que atualmente está longe de seu campo de atuação?

Leia também:

Logo após a divulgação da reportagem da Reuters, começaram a surgir algumas análises de fundos de investimento especializados.

Segundo o Goldman Sachs, um dos maiores bancos de investimentos do mundo, existe uma razão bem específica que levaria a Apple a investir no setor de automóveis: o tempo que as pessoas passarão dentro de carros autônomos no futuro. As informações são do Business Insider.

Sem a necessidade de cuidar do volante, pois os carros elétricos tendem a ganhar tecnologias mais e mais avançados de navegação autônoma, guiada por inteligência artificial, os usuários poderiam ser expostos a outros serviços, de entretenimento de informação, que poderiam ser explorados pela Apple.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube