Por onde anda Alê Oliveira, que fez sucesso com 'decretos' na ESPN e TNT Sports


Conhecido pelo jeito descontraído de opinar e os "decretos" de sexta-feira, Alê Oliveira ficou famoso no meio do futebol após passagens por "ESPN" e "TNT Sports". Atualmente, o comentarista faz parte da bancada da versão mineira do programa "Os Donos da Bola", da "Band", e possui um canal no YouTube, o "Canal do Alê".

Alê trabalhou no "Esporte Interativo", posteriormente renomeado como TNT Sports, entre 2017 e 2021. O comentarista participava do programa "De Placa", ao lado de jornalistas como Mauro Beting e Rodrigo Rodrigues. Como parte da reconstrução da emissora, o ex-jogador de futsal saiu em comum acordo. Em junho de 2022, pouco mais de um ano depois de deixar o canal esportivo do grupo Turner, anunciou o retorno à televisão como integrante do Os Donos da Bola.

+ E se esses 25 nomes do futebol entrassem no BBB? Confira!

Alê Oliveira também aposta muito na internet para impulsionar os seus conteúdos. Com 1.6 milhões de seguidores no Instagram e 400 mil inscritos no "Canal do Alê", o comentarista enxerga a web como um espaço livre para produzir suas análises humorísticas e fora do padrão usual da televisão.

Dentro do canal no YouTube, o comentarista publica vídeos de análises sobre futebol, mas também de conversas com personalidades acompanhadas de bebida e comida, como nos programas "Resenha do Alê" e "Os Inimigos da Balança".

Alê Oliveira
Alê Oliveira

Alê Oliveira no 'Os Donos da Bola' (Foto: Reprodução/Band)

+ Romário xinga seguidora após receber crítica em rede social: 'Piranha'

A saída de Alê Oliveira da ESPN, em 2017, foi a mais polêmica da carreira. O comentarista falou, durante programa ao vivo do canal, a frase "se viu o penta, já aguenta". A fala, evidentemente, pegou mal e foi criticada por uma possível apologia à pedofilia. O canal e o jornalista se desculparam publicamente, mas aquele episódio foi a gota d'água. CEO da emissora na época, João Palomino atribuiu a demissão de Alê a "uma sequência de fatores".

Durante esta semana, o nome de Alê Oliveira repercutiu na web depois de o comentarista publicar um vídeo de um acidente sofrido pela filha no Mineirão. A menina caiu de uma tirolesa na arquibancada do estádio. Felizmente, ela não sofreu lesões graves, mas o funcionário da Band se indignou com a situação assustadora vivida em Belo Horizonte.