Por mobilidade, Roger deve escalar Luan pela Libertadores

THIAGO FERNANDES

BELO HORIZONTE, MG (UOL/FOLHAPRESS) - Roger Machado deu indícios de que Luan será titular do Atlético-MG na partida desta quinta-feira (13), diante do Sport Boys (BOL) pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. O problema é que, para isso, ele optou por tirar Juan Cazares, um dos principais nomes do setor de criação da equipe.

A intenção do técnico é dar mais mobilidade ao setor ofensivo. O camisa 27 costuma se movimentar entre o meio de campo e o ataque, o que auxilia nas chegadas ao ataque. O lateral-esquerdo Fábio Santos apoia a decisão do técnico e defende a escalação de Luan na vaga de Juan Cazares no jogo que será disputado no estádio Independência:

"O Luan flutua atrás dos adversários, tem velocidade, dá liberdade para o Marcos Rocha atacar, faz a recomposição, a torcida gosta dele. Ele incendeia o time. Ele tem muito para nos ajudar. A gente torce para que ele não tenha lesões para fazer um grande ano", declarou.

Mas não é só vantagem tática que o meia-atacante proporciona ao retornar à equipe. Há outro ponto que motivou a escolha do treinador gaúcho: a intensidade do atleta.

Apelidado de Menino Maluquinho por conta da hiperatividade (dentro e fora dos gramados), Luan contagia os demais companheiros de clube. Não é à toa que Gabriel está ansioso para vê-lo em campo na próxima partida: "Luan é um jogador especial. Quando entra nos jogos, arruma uma correria, uma loucura que contagia todos, a torcida. Ele é muito especial. Ficamos felizes pela volta dele, por tudo que ele passou. Tenho certeza que ele vai voltar e nos ajudar muito".