Por mais um título! Jogo de ida da Recopa terá Palmeiras com força máxima pela primeira vez na temporada

Fabio Utz
·1 minuto de leitura

Ao longo da temporada de 2020, o Palmeiras disputou o máximo de jogos que era possível. Devido à pandemia de coronavírus e o achatamento do calendário, o desgaste foi natural. Por isso, quando os compromissos terminaram - já ao final do último mês de fevereiro -, os jogadores, divididos em grupos, ganharam férias. Assim, somente nesta quarta é que o time terá força máxima pela primeira vez em compromissos relativos a 2021.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Até o momento, apenas quatro partidas foram disputadas, todas elas pelo Campeonato Paulista. Nesses duelos, os reservas e alguns garotos das categorias inferiores formaram a base de time. Para o jogo de ida da final da Recopa Sul-Americana, diante do Defensa y Justicia, na Argentina, somente o volante Gabriel Menino é que ficará de fora. Ele teve diagnostica uma lesão no tornozelo direito e, embora não precise de cirurgia, está sem tempo determinado para a volta aos gramados.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Caso ganhe a Recopa - a partida de volta será no dia 14, em Brasília -, o Palmeiras conquistará o terceiro título sob o comando do técnico português Abel Ferreira. A provável escalação para o confronto no país vizinho tem Weverton; Marcos Rocha, Alan Empereur (Luan), Gustavo Gómez e Vina; Felipe Melo, Danilo (Patrick de Paula), Zé Rafael e Raphael Veiga; Rony e Luiz Adriano.

Para mais notícias do Palmeiras, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.