Por decisão do Flamengo, Gerson não depõe em inquérito do STJD que apura suposta injúria racial

Matheus Dantas
·1 minuto de leitura


Convocado a prestar depoimentos nesta quarta em inquérito do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que apura a denúncia de suporta injúria racial sofrida por Gerson de Ramírez, do Bahia, o meio-campista do Flamengo não compareceu ao STJD, assim como Bruno Henrique e Natan, companheiros de time que seriam ouvidos como testemunha. A decisão foi do clube, alegando que os três estão concentrados para o clássico com o Vasco, nesta quinta-feira.

A informação foi inicialmente publicada pelo "Globoesporte" e confirmada pelo LANCE!. O departamento jurídico que os atletas não precisariam ir ao Tribunal nesta data, além de pedir o adiamento dos respectivos depoimentos ao STJD.