Por conta de atrasos salariais, elenco do Paraná alimenta insatisfação

·1 minuto de leitura


Apesar de classificado para as quartas de final do Campeonato Paranaense onde aguarda a definição sobre quando iniciará a disputa por vaga na semi contra o Athletico, o clima no elenco do Paraná não é de absoluta tranquilidade segundo apurou o Futebol Latino.

>O início da caminhada do Paraná na Série C do Brasileirão

Isso porque os atletas dirigidos pelo técnico Maurílio Silva apresentam sintomas de insatisfação com as condições financeiras em que o clube vive onde o acumulo de valores em débito com o plantel existe desde o último mês de março.

Como a temporada de 2021 teve início efetivo somente no mês de fevereiro, muitos dos atletas que pertencem ao atual elenco chegaram na segunda metade do mês em questão por conta da grande reformulação visando a disputa da Série C.

Dessa forma, as informações dão conta de que os dias correspondentes ao mês de fevereiro foram quitados. Porém, alguns valores referentes ao mês seguinte bem como a íntegra do acordado referente a abril não foi quitado pelo Tricolor da Vila.

Sobre os ordenados do mês de maio, que tem a previsão de vencimento para o próximo dia 5 de junho, a diretoria tampouco teria entrado em contato com os jogadores para dar um parecer mais específico sobre a situação, algo que faz o desagrado crescer dentre os atletas.

Procurado para se pronunciar acerca do tema, o Paraná não respondeu o contato do Futebol Latino até a publicação desse conteúdo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos