Pontual e sorridente, McGregor surpreende ao rasgar elogios a Cerrone em coletiva do UFC

AgFight

Realizada nesta quarta-feira (15) no ‘Palms Hotel Cassino’, em Las Vegas (EUA), a coletiva de imprensa para o UFC 246 trouxe um pontual Conor McGregor, que como não se via há anos, chegou no anfiteatro lotado de fãs como previa o cronograma e, ainda por cima, mostrou respeito ao rival. Educado, o irlandês deixou de lado as costumeiras provocações e previu uma vitória por nocaute da forma mais polida que já se viu.

Sorridente e bem vestido com um terno escuro, Conor comentou apenas de passagem a rivalidade que protagonizou com Cerrone anos atrás, quando em rota de colisão na categoria dos leves (70 kg) ambos trocaram árduas farpas publicamente. Com ar de saudosismo, o irlandês relembrou daquele período e elogiou a postura do rival como lutador.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Tive meus atritos com ele nos últimos anos. Em coletivas de imprensa anos atrás, quando competia nos penas, ele afirmou que eu não venceria o (José) Aldo e que eu era pequeno para os pesos-leves (70 kg), e me tornei campeão também. Ele errou, mas ele é um homem de família, ele tem meu respeito. Mas minha previsão é de que eu vou vencer, vai ter sangue, e se eu não errar, será por nocaute”, afirmou Conor, antes de trocar elogios sobre a roupa que Cerrone usava – um casaco escuro de pele de cobra.

Sem lutar desde outubro de 2018, quando foi finalizado por Khabib Nurmagomedov, Conor viu seu nome ser envolvido em polêmicas acusações de abuso sexual, além de uma briga em um bar e uma confusão na saída de um hotel com um fã. Quando esses temas foram mencionados por um jornalista, os fã de irlandês se adiantaram em vaiar com força suficiente para abafar a pergunta e impedir que tais temas fossem abordados.

Não acho que mudei muito. Estou na posição que estou, muito feliz e animado para enfrentar um sólido oponente que terei pela frente. Não acho que mudei muito, estou focado e feliz de estar aqui. (…) Estou muito agradecido e feliz por estar aqui de volta aos EUA e Las Vegas, minha vida mudou aqui e sou agradecido a esse país. Eu promovo entretenimento, e é isso que eu farei. estou feliz de estar aqui, muito. (…) Não  tem nada de errado aqui, estou pronto para lutar, vou fazer 2020 do UFC bem grande. E ao mesmo tempo a fortuna do mcgregor (risos). É muito bom poder estar de volta”, narrou o irlandês.

Por sua vez, Donald ‘Cowboy’ Cerrone seguiu sua linha de profissionalismo e enalteceu os feitos do ‘The Notorius’, deixando claro em repetidas ocasiões que o dinheiro esperado para o combate será o maior de sua carreira, e que lutar com tal recompensa é a maior satisfação possível na carreira.

“Estou pensando em uma guerra de cinco rounds com esse cara. Vamos dar tudo um do outro e eu não posso esperar até chegar a p… do sábado a noite. (…) Conor disse que fez milhões isso é ótimo, não estou reclamando de nada, quero entreter todo mundo e me divertir com esse filho da p… (risos)”, ressaltou o americano, antes de deixar claro seu ponto de vista de uma vez por todas.

“Amo lutar, adoro treinar, está em minha natureza. Mais ainda amo viver a p… da minha vida. Quero me divertir, chutar traseiros e fazer o que eu amo”.

Leia também