Ponte Preta 1 x 0 Palmeiras: em duelo truncado, Ponte bate o Palmeiras e irá encarar o Santos nas quartas

O duelo da noite desta quarta-feira (29) no Moisés Lucarelli valia pouco: de um lado, o Palmeiras, dono da melhor campanha da primeira fase do Campeonato Paulista, diante da Ponte Preta, já classificada à fase seguinte. Valeu, porém, para a Macaca definir seu adversário, já que a vitória pelo placar simples em casa, gol de Willian Pottker, garantiu o duelo contra o Santos, adversário do mesmo Grupo D, nas quartas.

Mais relaxado, o Verdão de Eduardo Baptista podia se dar ao luxo de qualquer resultado em Campinas, e assim o fez: o adversário da próxima fase será o Novorizontino, que teve a pior campanha entre os oito classificados com 15 pontos conquistados.

O jogo

O duelo entre Palmeiras e Ponte começou agitado. As equipes criavam, buscavam o jogo e tinham velocidade. Isso, no entanto, durou apenas 10 minutos. Após esse bom início, as equipes sentiram o ritmo, e o jogo acabou travado a partir daí, com poucas oportunidades e raros lances de destaque.

Enquanto o Verdão valorizava a posse de bola e buscava infiltrar a área adversária, a Macaca chamava o adversário e apostava no contragolpe, como conseguiu suas melhores oportunidades na primeira etapa.

Na volta do intervalo, pouco se viu de melhoria na parte técnica. Os adversários ainda esbarravam nos problemas iniciais, a Ponte se fechava e o Palmeiras pecava em definir as jogadas construídas com trocas de passe.

Após os dez primeiros minutos, as duas equipes conseguiram criar, embora os visitantes com mais perigo: Aranha fez pelo menos duas intervenções importantes, e Willian perdeu uma grande chance de cara para o gol.

E então, justo quando o Palmeiras era melhor em campo, Zé Roberto vacilou e acabou cometendo pênalti. Pottker cobrou e colocou a redonda no fundo das redes, dando números finais ao confronto.