Ponte elimina o Santos nos pênaltis e encara o Palmeiras na semi

2 - "Não podemos achar que tudo está errado", diz Lucas Lima após eliminação

JOSÉ EDGAR DE MATOS

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Santos devolveu o placar de 1 a 0 sofrido no jogo de ida em Campinas e venceu a Ponte Preta no Pacaembu nesta segunda-feira (10), mas foi o time do interior quem se classificou nos pênaltis, por 5 a 4, à semifinal do Campeonato Paulista. O adversário da Ponte será o Palmeiras, dono da melhor campanha do Estadual e que decidirá a vaga na decisão em casa.

David Braz, com um lindo voleio, fez o gol da vitória santista no tempo normal, mas depois desperdiçou a única cobrança do Santos nas penalidades, batendo fraco para a defesa de Aranha. Ele foi o único atleta a errar sua batida: Kayke, Jean Mota, Copete e Lucas Lima marcaram pelo time praiano, enquanto Ravanelli, Yago, Clayson, Jadson e Willian Pottker converteram as cinco cobranças da Ponte.

O Santos não ficava fora da final do Estadual desde 2008 - nesse período, foram cinco títulos (2010, 2011, 2012, 2015 e 2016) e três vices (2009, 2013 e 2014). Na outra semifinal do Paulistão, o Corinthians, dono da segunda melhor campanha, enfrenta o São Paulo, que tem o terceiro melhor desempenho até aqui.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato e Thiago Maia; Vitor Bueno (Jean Mota), Lucas Lima e Bruno Henrique (Copete); Ricardo Oliveira (Kayke). Técnico: Dorival Júnior

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba (Jeferson), Marllon, Yago e Reynaldo; Jadson, Elton, Wendel (Naldo) e Lucca (Ravanelli); Willian Pottker e Clayson. Técnico: Gilson Kleina

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Árbitro: Rafael Gomes Félix da Silva

Cartões amarelos: Vitor Bueno e Victor Ferraz (Santos); Clayson, Reynaldo e Willian Pottker (Ponte Preta)

Gol: David Braz (Santos), aos 15min do 1º tempo