Polo Aquático: Izabella Chiappini defenderá Seleção Italiana

A segunda melhor do mundo na modalidade, que tem dupla cidadania, representou o Brasil nos Jogos Rio-2016

Segundo o Globoesporte.com, a brasileira Izabella Chiappini, principal nome do polo aquático brasileiro, trocará a Seleção Brasileira pela Italiana. A atleta de 21 anos, que tem dupla cidadania, foi convidada para defender o time europeu nas principais competições do ciclo olímpico. A resposta definitiva de Izabella ocorreu na última quinta-feira, quando ela informou a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) sua decisão.

O convite à atleta do Messina (ITA) aconteceu ainda no ano passado. A esportista, na ocasião, pôde treinar com a Seleção Italiana, sem compromisso. A brasileira recebeu elogios das jogadoras e comissão técnica.

- Não foi fácil tomar essa decisão. É muito difícil imaginar que não vou mais defender as cores e a bandeira do meu país. Não vou estar jogando ao lado das minhas amigas, minha família e amigos - disse a atleta.

De acordo com as regras da Federação Internacional (FINA), Chiappini terá que esperar um ano a partir de seu último jogo com a camisa canarinha para estrear com a azzurra. A atleta ficará fora do Campeonato Mundial de Budapeste, Hungria.

Na Olimpíada Rio-2016, Iza foi um dos destaques. Na ocasião, o Brasil perdeu os cinco jogos que fez. A jovem jogadora marcou 12 gols e acabou em oitavo lugar na lista das artilheiras. A Itália é uma potência no polo aquático, conquistando a prata na última edição olímpica.








E MAIS: