Polícia Federal encontra suspeito de fraudar auxílio emergencial com o CPF de Neymar

LANCE!
·1 minuto de leitura


A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão no endereço de um homem suspeito de fraudar o recebimento do auxílio emergencial com o CPF do atacante Neymar e outros famossos. A intervenção das autoridades se deu nesta terça-feira, em Fortaleza. A informação é o do portal Uol.

O documento do jogador foi utilizado, há cerca de quatro meses, para o recebimento de R$600 dado pelo Governo Federal a pessoas em dificuldades econômicas em razão da pandemia da Covid-19.

Na época, a assessoria do atleta negou que ele tivesse feito a solicitação do benefício, que constava com status em "avaliação" no portal da Caixa.

A investigação da Polícia Federal descobriu que o CPF de Neymar não foi o único a ser usado de maneira fraudulenta. O ministro da Economia, Paulo Guedes, e do dono da rede de lojas Havan, Luciano Hang foram vítimas do mesmo golpe.

O investigado não teve a identidade revelada e a PF não informou se houve saque em contas abertas com os documentos das pessoas públicas. Ele poder responder por crimes de estelionato, falsificação de documento público, uso de documento falso e organização criminosa.