Polícia age rápido e prende cerca de 60 integrantes de organizada do Vasco antes do clássico

Hugo Mirandela e Paulo Victor Reis
Houve tumulto nos arredores do estádio. Grupo de torcida organizada do Vasco, que está proibida de frequentar jogos, tentou atacar torcedores do Flamengo 

Cerca de 60 integrantes da torcida organizada Força Jovem Vasco foram detidos antes do clássico entre Vasco x Flamengo, na noite deste sábado, no Maracanã. O grupo causou uma grande confusão na Avenida Radial Oeste, num dos acessos ao estádio, e tentou agredir torcedores do Rubro-Negro. A Polícia Militar agiu rápido e conseguir cercar os suspeitos.

O comandante do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), major Sílvio Luís, explicou a situação. Ele contou que os integrantes da organizada estavam com paus, pedras e bombas.

- Um grande grupo da Força Jovem do Vasco, que se encontra impedida de frequentar os estádios, veio em um ataque surpresa pela Avenida Radial Oeste. O objetivo era tentar atacar um setor exclusivamente da torcida do Flamengo. Prontamente, as equipes da PM, do Gepe e cavalaria atuaram. Foram detidos cerca de 60 torcedores, todas dessa organizada. Eles foram encaminhados para o juizado do torcedor do estado. Com eles, foram apreendidos pedaços de pau, bombas e outros artefatos que eles usariam no ataque - explicou o policial à ESPN Brasil.

Antes da bola rolar, houve pedidos de paz no gramado. Os jogadores também falaram sobre a importância de conter a violência nos estádios. Felizmente, não houve registro de pessoas hospitalizadas por causa do tumulto. De acordo com a PM, houve apenas correria e confusão.





E MAIS: