Polêmicas e reclamações! Confira as opiniões de estrelas do MMA sobre o UFC 209

Woodley manteve o cinturão meio-médio (77 kg) do Ultimate - Rigel Salazar

O combate principal do UFC 209 foi marcado por um resultado polêmico a favor do campeão. Tyron Woodley defendeu seu título dos meio-médios (77 kg) contra Stephen Thompson em duelo vaiado desde o primeiro round, em evento realizado no ginásio T-Mobile Arena em Las Vegas (EUA), e venceu por decisão majoritária que chegou a ser contestada pelo próprio Dana White, além de gerar reações das mais diversas em alguns astros do Ultimate.

Woodley levou a melhor por decisão majoritária, já que apenas um dos juízes laterais não viu o resultado positivo a seu favor. O anúncio oficial não agradou a todos e, assim como Dana White, presidente do UFC, algumas estrelas da organização discordaram do julgamento.

Rafael dos Anjos, ex-campeão peso-leve (70 kg) do evento, foi um dos que não aprovou o resultado oficial. De acordo com o brasileiro, Thompson mereceu a vitória. Posição compartilhada por Anthony Johnson e Chris Weidman, que analisaram o confronto da mesma forma e também externaram suas opiniões em suas contas no Twitter.

I had Woodley in the first fight and Wonderboy on the second fight #UFC209

— Rafael dos Anjos (@RdosAnjosMMA) March 5, 2017


😐😐😐😐😐😐 man these judges

— Anthony Johnson (@Anthony_Rumble) March 5, 2017


I had @WonderboyMMA 3 to 2. Sucks man. Congrats to the champ!

— Chris Weidman (@ChrisWeidmanUFC) March 5, 2017


E apesar da contestação de alguns atletas sobre a decisão oficial da luta principal, houve também quem visse mais um empate – já que no primeiro confronto entre Woodley e Thompson não houve vencedor. Derek Brunson, último adversário de Anderson Silva, apontou para a mesma decisão do combate realizado em novembro de 2016. Já o brasileiro Demian Maia manteve sua postura elegante e apenas elogiou a atuação da dupla.

Me: truth or dare . Refs: dare . Me : draw 😂😂😂 (let's see what happens) #UFC209

— Derek Brunson (@DerekBrunson) March 5, 2017


Congrats to @TWooodley for keeping the @ufc belt,& congrats to @WonderboyMMA for giving his best effort on 2 opportunities. Respect to both.

— Demian Maia (@demianmaia) March 5, 2017


Mas assim como tivemos lutadores que externaram sua opinião de forma sútil, alguns atletas fizeram questão de levantar polêmicas sobre o combate principal. Brendan Schaub, ex-atleta da organização, não poupou críticas a atuação de Woodley e Thompson e fez um pedido ao UFC: que a organização não case mais duelos com confronto de estilos – uma vez que que o campeão tem a sua origem na luta agarrada enquanto que o desafiante vem da trocação.

Let's just chalk Woodley vs Wonderboy up as a clash of styles and NEVER do that fight again. Mmmmmkay great. #UFC209

— Brendan Schaub (@BrendanSchaub) March 5, 2017


Confira abaixo os resultados do UFC 209:

Tyron Woodley venceu Stephen Thompson por decisão majoritária;
David Teymur venceu Lando Vannata por decisão unânime;
Dan Kelly venceu Rashad Evans por decisão dividida;
Cynthia Calvillo finalizou Amanda Cooper no 1º assalto;
Alistair Overeem nocauteou Mark Hunt no 3º round;
Marcin Tybura nocauteou Luis Henrique ‘KLB’ no 3º round;
Darren Elkins nocauteou Mirsad Bektić no 3º round;
Iuri ‘Marajó’ Alcântara
finalizou Luke Sanders no 2º round;
Mark Godbeer venceu Daniel Spitz por decisão unânime;
Tyson Pedro nocauteou Paul Craig no 1º round;
Albert Morales venceu Andre Soukhamthath por decisão dividida.