Com polêmica pró-Verdão, FPF define arbitragem das semifinais

Os árbitros dos dois jogos semifinais do Campeonato Paulista foram definidos em sorteio na Federação Paulista de Futebol (FPF) na tarde desta terça-feira. Raphael Claus vai comandar a decisão entre Palmeiras e Ponte Preta, neste sábado, às 19h, enquanto Flávio Rodrigues de Souza apitará o clássico Corinthians e São Paulo, domingo, às 16h.

Flávio Rodrigues de Souza chega tranquilo para o Majestoso, tendo apitado nesta temporada a vitória de virada do Palmeiras sobre o Santos por 2 a 1, na nona rodada do Campeonato Paulista, além de dois jogos do Corinthians: vitória contra o Novorizontino pela terceira rodada e empate sem gols contra o Botafogo, já nas quartas de final.

Enquanto a escolha para o jogo na Arena do Corinthians não traz polêmica pela arbitragem, na outra partida, porém, Raphael Claus levanta polêmica a favor do Verdão. O árbitro já se envolveu em pelo menos três controvérsias em clássicos do Palmeiras contra o Timão, todas pró-alviverde.

Em fevereiro de 2015, Claus expulsou o goleiro Cássio com um segundo cartão amarelo por retardar o reinício de jogo em cobrança de tiro de meta. Na ocasião, mesmo com um a menos, o Timão venceu pelo placar mínimo.

Já em junho de 2016, o Palmeiras vencia por 1 a 0 quando, no último minuto, o Timão empatou em jogada aérea. O árbitro, porém, anulou o tento, anotando falta do zagueiro Felipe sobre Fernando Prass.

Por fim, em setembro de 2015, em empate por 3 a 3 no Palestra Itália, os corintianos saíram de campo reclamando do segundo gol do rival, quando consideram falta em cima do centroavante Vagner Love, em lance que culminou no gol de Dudu.

Além disso, o árbitro esteve envolvido em confusão com o volante Petros, que empurrou Claus em lance totalmente fora da bola. Na ocasião, o jogador chegou a ser punido e afastado dos gramados.