Polêmica e golpes "ilegais"! Mousasi vence Mousasi após interrupção médica

AgFight
Mousasi revela planos de subir de divisão após disputar cinturão do Bellator
Mousasi revela planos de subir de divisão após disputar cinturão do Bellator

O co-main event do UFC 210, evento realizado neste sábado (8) na cidade de Buffalo, contou com uma disputa de peso na divisão dos médios (84 kg). E o que não faltou no duelo entre Chris Weidman e Gegard Mousasi foi polêmica, já que o vencedor foi decidido por interrupção médica.

Depois de um primeiro round movimentado em que Weidman derrubou duas vezes e impôs domínio territorial, o dono da casa cansou e garantiu um segundo assalto dramático. Sem poder para derrubar o rival, o ex-campeão foi obrigado a trocar em pé contra o experiente kickboxer e levou a pior.

Cambaleando,Weidman tentou uma queda e viu o adversário defender a posição e aplicar duas joelhadas. Neste momento, o americano tentava encostar as duas palmas da mão no solo,para garantir que tais golpes fossem ilegais. No entanto, após o árbitro paralisar a disputa, o replay exibido no telão deixou claro que os golpes foram legais, oq eu deu início à nova polêmica.

Como estava cansado e desgastado, Weidman valorizou a posição e pediu por cinco minutos para se recuperar. Ao saber que os golpes foram legais e que a luta deveria prosseguir, o árbitro não teve dúvidas em impedir que o ex-campeão retornasse ao confronto, declarando Mousasi vencedor,para tristeza da plateia.

Confira os resultados do UFC 210:

Gegard Mousasi venceu Chris Weidman por nocaute técnico no 2º round;
Cynthia Calvillo finalizou Pearl Gonzalez no 3º round;
Thiago ‘Pitbull’ Alves venceu Patrick Côté por decisão unânime;
Charles ‘Do Bronxs’ Oliveira finalizou Will Brooks no 1º round;
Myles Jury nocauteou Mike De La Torre no 1º round;
Kamaru Usman venceu Sean Strickland por decisão unânime;
Shane Burgos nocauteou Charles Rosa no 1º round;
Patrick Cummins venceu Jan Błachowiczpor decisão majoritária;
Gregor Gillespie nocauteou Andrew Holbrook no 1º round;
Desmond Green venceu Josh Emmett por decisão dividida;
Katlyn Chookagian venceu Irene Aldana por decisão dividida;
Magomed Bibulatov venceu Jenel Lausa por decisão unânime;

Leia também