Poirier reitera desejo de encarar Nate Diaz e sugere lutas entre equipes em mesmo evento

Após ser derrotado por Khabib Nurmagomedov, em setembro de 2019, Dustin Poirier passou por uma cirurgia no quadril que acabou o afastando das competições durante o resto do ano. Porém, já recuperado, o americano pretende resolver suas pendências diante de Nate Diaz em seu retorno.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o ex-desafiante ao cinturão peso-leve (70 kg) do UFC voltou a manifestar o desejo de encarar Diaz e corroborou com o discurso do dono da American Top Team. A intenção do americano é cumprir o duelo que estava programado para acontecer em novembro de 2018, mas acabou cancelado por conta de uma lesão sua.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“É claro que eu adoraria essa luta. Não apenas por causa as questões entre eu e ele que levaram à última luta, mas ele é um cara que eu sempre quis lutar. Quero lutar com caras que fico animado de assistir. Acho que seria uma luta incrível. É por isso que quero lutar com ele, porque cresci assistindo o cara lutar. Poderia lutar com ele no peso-leve ou meio-médio. Ou até um peso casado”, revelou o lutador.

Poirier foi além e deu uma de “matchmaker”do UFC, casando possíveis combates que poderiam integrar esse evento. Para ele, seria bom um show com lutadores da sua academia contra a de Nate. Uma de suas motivações também seria uma rivalidade entre Jorge Masvidal e Nick Diaz.

“Treino com Jorge, então faz sentido. American Top Team contra a Nick Diaz Academy. Eles podem trazer o Kron Gracie, pois temos caras do peso-pena que podemos casar essa luta, como o Charles Rosa, Renato ‘Moicano’. Achho que seria ótimo”, explicou.

Em sua última apresentação, Dustin Poirier foi finalizado por Khabib Nurmagomedov, em luta que valeu o título dos leves. Já Nate Diaz também vem de derrota, após ser superado por Jorge Masvidal, em novembro de 2019, pelo título do ‘BMF’ (mais “durão” de todos).

Leia também