Pode melhorar: Flamengo tem o melhor ataque, mas também três dos jogadores que mais perdem gols

Lazlo Dalfovo
·3 minuto de leitura


Ao fim da rodada passada, finalizada na última segunda-feira, o Flamengo voltou a ter o principal ataque do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Sport por 3 a 0, em Recife. O Rubro-Negro chegou a 60 gols marcados, mas um dos temas em voga foi o de chances desperdiçadas, uma vez que isso tem sido uma tônica ao longo da campanha.

Inclusive, Rogério Ceni respondeu duas perguntas na última entrevista coletiva sobre o tema. O técnico optou por ver o copo meio cheio e minimizou os pés descalibrados no ataque:

- Tem gente que vê quantos gols foram perdidos, eu vejo as chances criadas. Ao criar muito a tendência é fazer gols - afirmou Ceni antes de completar:

- O importante é criar chances. Trabalhamos muito finalização. Com um intervalo de dois dias (entre jogos) não tem como, pois a recuperação tem um tempo escasso. Quando temos tempo, nós treinamentos. Uma das coisas que mais fazemos com os atacantes e meio-campistas.

O QUE ESTÁ BOM PODE MELHORAR

Não dá para dizer que o Flamengo não atingiu todo o potencial na temporada por conta apenas de gols perdidos, mas o que é bom (ataque mais positivo) pode melhorar e ser decisivo na reta final do Brasileirão.

Em levantamento junto ao site "Sofascore", o LANCE! constatou que o Flamengo é, com folga, o líder do indigesto quesito "grandes chances claras perdidas" no Brasileiro. Ao todo, são 80 (média de 2,4 por partida). O ranking:

Tabela - Gráfico
Tabela - Gráfico

Flamengo lidera quesito indigesto (Foto: Reprodução / Sofascore)

QUEM MAIS PERDE GOLS

Outro item relevante é que o Flamengo não é o clube que mais finaliza no Brasileirão, mas possui os três primeiros jogadores no top-5 de "grandes chances perdidas". Gabigol lidera, com 17, seguido de Bruno Henrique (14) e Pedro (13 - o mesmo número de gols dele, que é o artilheiro do time na competição, diga-se). Veja os cinco e as suas respectivas minutagens:

1º - Gabigol (Flamengo) - 17 grandes chances claras perdidas (1.396 minutos)
2º - Bruno Henrique (Flamengo) - 14 (2.144 minutos)
3º - Pedro (Flamengo) - 13 (1.498 minutos)
4º - Robson (Coritiba) - 13 (2.256 minutos)
5º - Keno (Atlético-MG) - 11 (2.458 minutos)

AS FINALIZAÇÕES NO BRASILEIRO

"Ao criar muito a tendência é fazer gols": Ceni enalteceu o poder criativo do Flamengo sobretudo nos últimos jogos. De fato, o Flamengo, na segunda-feira, por exemplo, massacrou o Sport e conseguiu 13 finalizações apenas na etapa inicial, quando marcou duas vezes. Foram 21 arremates, no total.

Mesmo assim, o Flamengo ainda não é o time que mais finaliza no Brasileiro. Com 382 chutes (seja no alvo ou fora), está atrás do São Paulo, que tem 388, e do Atlético-MG, que lidera o quesito, com 410. Ambos estão atrás do Rubro-Negro na tabela e tem menos gols marcados na competição.

+ Veja mais notícias do Flamengo
+ Ainda dá para o Fla? Confira e simule a tabela do Brasileirão

Contudo, como sublinhado por Rogério Ceni, a tendência é o Flamengo, em evolução coletiva e de volta aos trilhos, balançar as redes com mais naturalidade, como ocorreu nas duas últimas partidas. E será fundamental para o Rubro-Negro estar com o pé mais calibrado do que nunca nos últimos e decisivos compromissos. Abaixo, confira a sequência até a 38ª rodada.

OS PRÓXIMOS JOGOS DO FLA

4/2 - Flamengo x Vasco - Maracanã
7/2 - Red Bull Bragantino x Flamengo - Estádio Nabi Abi Chedid
14/2 - Flamengo x Corinthians - Maracanã
21/2 - Flamengo x Internacional - Maracanã
25/2 - São Paulo x Flamengo - Morumbi