Pod Assistir: 'Fuja' e o amor de mãe que mata

Erik Paulussi e Marcela Zanetti
·2 minuto de leitura
Em 'Fuja', Sarah Paulson interpreta uma mãe que vai longe demais para manter sua filha protegida. Na foto, a atriz aparece gritando em um corredor de hospital (Foto: Divulgação)
Em 'Fuja', Sarah Paulson interpreta uma mãe que vai longe demais para manter sua filha protegida. Na foto, a atriz aparece gritando em um corredor de hospital (Foto: Divulgação)

'Fuja', novo filme da Netflix estrelado por Sarah Paulson e Kiera Allen, está entre os top 5 mais assistidos do Brasil.

O longa conta a história de Diane Sherman, uma mãe superprotetora que faz de tudo para dar uma vida saudável e sem riscos para a filha, Chloe. Após dificuldades no parto, a jovem cresceu com paralisia e mais uma série de condições que dificultam um pouco a vida dela.

Leia também:

Acontece que um dia Chloe vai fuçar na sacola de compras e encontra um remédio prescrito para a mãe. Antes de dormir, ela repara que um dos remédios tomados por ela é o mesmo que ela encontrou antes. Isso gera uma desconfiança nela em relação a todo o tratamento que a mãe faz e ela decide descobrir a verdade.

A direção é de Aneesh Chaganty, um jovem diretor de 30 anos que já tinha mostrado seus talentos para thriller em 'Procurando' (2018). O mais recente, com certeza, entra para a lista de melhores suspenses da Netflix.

Apesar de Chaganty não assumir a referência, a história é muito parecida com a da norte-americana Gypsy Rose Blanchard, que viveu até os 24 anos acreditando que tinha uma série de doenças debilitantes que, na verdade, eram causadas por Dee Dee Blanchard. A história real terminou no assassinato da mãe.

Quer saber o que achamos de Fuja? Ouça já o novo episódio de Pod Assistir, o podcast de entretenimento do Yahoo!

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Quem gostou de 'Fuja' também vai gostar de

Louca Obsessão (1990 - Apple TV)

O famoso escritor Paul Sheldon (James Caan) sofre um acidente de carro e acaba sendo salvo pela enfermeira Annie (Kathy Bates), que cuida dele em na própria casa. Ela se revela sua maior fã, mas quando tem acesso ao último livro ainda não publicado e descobre que sua personagem favorita morre, as coisas começam a ficar insanas.

Bates ganhou Oscar de Melhor Atriz pelo papel, inspirado em uma obra de Stephen King.

O Homem Invisível (2020 - Telecine)

Elizabeth Moss é a protagonista do terror 'Homem Invisível', remake de 2020 que traz uma perspectiva de relacionamento abusivo ao clássico (Foto: Divulgação)
Elizabeth Moss é a protagonista do terror 'Homem Invisível', remake de 2020 que traz uma perspectiva de relacionamento abusivo ao clássico (Foto: Divulgação)

O longa baseado no livro de H.G. Wells (1897) conta a história de Cecília (Elisabeth Moss) uma mulher desesperada para fugir de um relacionamento abusivo com Adrian (Oliver Jackson-Cohen). Seu primeiro plano dá certo, mas assim que ela consegue sua “liberdade” começa a ser assombrada por seu ex-namorado após seu suicídio. O problema é que na verdade ele não morreu.