Pochettino não é "bobo" de assumir o United, afirma ex-técnico do Tottenham

O dia-a-dia de Mauricio Pochettino no comando do Tottenham está cada vez mais se tornando um pesadelo. Apenas no nono lugar na Premier League e fora da zona de classificação para as oitavas-de-finais da Liga dos Campeões, o clube londrino passa por maus bocados dentro das quatro linhas.

Além disso, fora de campo, as coisas também não vão muito bem. Sem Lloris pelo resto da temporada e vendo Son, um dos principais jogadores do clube, ser especulado no Napoli, as constantes declarações do argentino de que permanecerá no Tottenham por muito tempo não estão inspirando muita confiança.

No entanto, nada é tão ruim que não possa piorar. Pelo menos essa é a opinião de Harry Redknapp, ex-técnico dos Spurs de 2008 a 2012. Mesmo com rumores apontando que Pochettino pode estar começando a pensar em uma mudança de ares, para o ex-comandante do Tottenham, mudar de equipe seria uma tolice, já que nenhum interessado poderia oferecer uma estrutura similar ou melhor que o Spurs. Para Redknapp, Pochettino não é “bobo” de assumir um clube em reconstrução constante como o Manchester United.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Tottenham Redknapp
Tottenham Redknapp

Palavras fortes para descrever um clube que foi sinônimo de competência por tantos anos. No entanto, desde a aposentadoria de Sir Alex Ferguson, o United não é mais o mesmo. Não só isso: os Red Devils vem tomando decisão ruim atrás de decisão ruim. Para o ídolo Michael Owen, por exemplo, esse é o pior momento da equipe em décadas

O clube de Manchester gasta muito dinheiro em jogadores que não devia gastar, como com Fred, brasileiro contratado a peso de ouro que hoje nem consegue ser opção de banco, e deixa bons talentos irem embora para vê-los desabrochar em outros lugares, como o caso de Memphis Depay, por exemplo, chutado do United, hoje talvez o grande nome do Lyon. 

Assim, os Red Devils precisariam de uma reformulação completa em seu elenco, que está até sendo considerado por alguns como o pior da era Premier League. O problema é que jovens jogadores como Jadon Sancho, alvo dos ingleses, podem não se sentir atraídos pelas investidas da equipe

Com Ole Gunnar Solksjaer sofrendo pressão de todos os lados nos Red Devils e Pochettino em queda livre no comando do Tottenham, poderia se pensar que esta união seria uma solução para salvar o ano dos dois clubes. Para Redknapp, ledo engano. 

O ex-treinador apontou bons nomes que tentaram recolocar o Manchester United nos trilhos e fracassaram: “David Moyes fez um trabalho fenomenal no Everton, foi pro United e não deu certo. Louis Van Gaal é um dos melhores treinadores do mundo, foi pro United e não deu certo. José Mourinho foi campeão por onde passou, foi pro United e não deu certo. Pochettino não é bobo. Esse trabalho de reconstrução pode durar anos.”

Assim, conforme a temporada vai chegando a suas fases mais decisivas, o torcedor do Manchester United vê suas maiores esperanças para comemorar recaírem sobre o mercado de transferências, já que o clube inglês parece estar disposto a investir pesado em nomes caros como Mario Mandzukic ou Erling-Braut Haaland para tentar retomar o caminho dos títulos. Resta saber quando tempo os fanáticos fãs dos Red Devils vão ficar sem soltar o grito de campeão.

Leia também