Piton, Du Queiroz, GP... para evitar assédio europeu, Corinthians renova com promessas

·3 min de leitura


No início de 2021, a premissa no Corinthians era que as categorias de base era o local de garimpo do clube, que vive um momento de ampla recessão. Não foi bem assim que as coisa se desenrolaram no decorrer da temporada, já que atletas de peso e experientes como Giuliano, Renato Augusto, Róger Guedes e Willian foram contratados.

Ainda assim, alguns jovens despontaram durante o ano e para se resguardar de investidas de outros clubes, principalmente da Europa, o Timão logo se agilizou para garantir a extensão do vínculo desses jogadores.

Até mesmo atletas que tiveram um bom início, mas não mantiveram a sequência, com o atacante Rodrigo Varanda, tiveram os seus contratos extendidos. No caso de Varanda, a negociação aconteceu já em um momento de baixa do atleta, mas que à época era alvo do Red Bull Bragantino. Para valorizar o jogador e vendê-lo para o clube de Bragança, a diretoria corintiana renovou o contrato, que se encerraria em janeiro de 2022, para janeiro de 2024.

Por fim, o negócio com o Massa Bruta não avançou, alguns times internacionais chegaram a sondar o jovem, mas ele foi emprestado para o São Bernardo, para a disputa da Copa Paulista, e já retornou ao Timão, mas jogando nas categorias inferiores.

Mais recentemente, o lateral-esquerdo Lucas Piton, o volante Du Queiroz e o meia-atacante Gabriel Pereira também tiveram os seus vínculos renovados.

Piton, que estendeu o vínculo na última terça-feira (23), tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2024, antes o período se encerraria em dezembro de 2022. A direção corintiana optou por antecipar em um ano a renovação justamente para coibir e se resguardar de investidas internacionais, já que na janela de transferências do meio do ano clubes europeus sondaram o atleta que, embora seja reserva de Fábio Santos atualmente, é visto como um dos ativos mais promissores do Timão.

No caso de Du Queiroz e Gabriel Pereira as renovações foram mais para não perder os atletas gratuitamente. O vínculo de Du se encerraria em fevereiro do ano que vem, enquanto o de GP em março, e ambos já poderiam assinar pré-contrato com outras agremiações.

As negociações tiveram certo impasse, principalmente a de Gabriel, mas se encerraram positivamente ao Corinthians, que ampliou o vínculo. Agora, Du Queiroz e Gabriel Pereira têm contrato com o Timão até o fim de 2024.

Ainda no primeiro semestre, o Timão correu para renovar o contrato do zagueiro João Victor. Outra promessa revelada na base corintiana, que no ano passado rodou emprestado pela Inter de Limeira e Atlético-GO, onde se destacou e voltou ao Parque São Jorge nesta temporada. Titular absoluto da linha defensiva, ao lado de Gil, o camisa 33 estendeu o seu vinculo com o Corinthians até o fim de 2023.

O novo contrato com o defensor foi assinado também em resguardo a investidas de fora, já que foi firmado em maio deste ano, sendo que o vínculo se encerraria em junho de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos