Piris da Motta lamenta 'não ter dado certo': 'Não foi como o Flamengo queria, não foi como eu queria'

·1 min de leitura
Piris da Motta não rendeu o esperado no Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)


O volante Piris da Motta já se despediu dos companheiros e não defende mais o Flamengo. Rumo ao Cerro Porteño (PAR), o paraguaio deixa o clube após ser contratado em 2018 e consciente de que "não deu certo" vestindo o Manto. Em entrevista ao canal do jornalista Venê Casagrande, Piris lamentou que a sua passagem pelo Ninho do Urubu não foi como ele e o Flamengo esperavam.

- Estou triste por não ter dado certo. Temos que ser sinceros. Não foi como o Flamengo queria, não foi como eu queria, mas isso é futebol. Um dia dá certo, outro não. Agora vou buscar começar a levantar o nível no próximo clube - afirmou Piris, na quarta-feira, antes de mandar uma mensagem à Nação:

- Só tenho a agradecer aos torcedores, são muito apaixonados pelo clube, e pedir desculpas por não ter dado certo. Tentei dar tudo da minha parte. Só tenho agradecer e desejar muitos títulos. Que sigam assim, sempre - finalizou.

Contratado em 2018 junto ao San Lorenzo (ARG), por R$ 25,8 milhões, Piris não teve sequência no Flamengo. Após empréstimo ao Gençlerbirligi, da Turquia, em 2020, o volante foi vendido ao Cerro Porteño por 1 milhão de dólares (cerca de R$ 5,6 milhões), e o clube da Gávea seguirá com 20% dos direitos do atleta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos