As piores noites de brasileiros na história da Libertadores

·3 minuto de leitura

A noite da última terça-feira, 18 de maio de 2021, não foi das mais agradáveis para boa parte dos clubes brasileiros que disputam a Conmebol Libertadores de 2021. Isto porque, com ou sem surpresa, todos os representantes do país que entraram em campo foram derrotados: Palmeiras, São Paulo, Santos e Fluminense. Essa trágica noite para os brasileiros nos fez lembrar do dia 4 de maio de 2011, quando quatro equipes do país foram eliminadas da principal copa da América do Sul.

Há pouco mais de dez anos, no começo de maio – mês do azar para os brasileiros na Liberta? – de 2011, o Brasil viveu sua noite mais triste na Libertadores, tendo quatro times (três favoritos) eliminados nas oitavas de final do torneio. Fato que nunca havia acontecido e que nunca mais se repetiu.

Os clubes que pagaram alto naquela noite foram: Fluminense, que era o atual campeão da Série A; o Internacional, que busca o bi consecutivo da Libertadores; e Cruzeiro e Grêmio. Dos quatro, o único que largava como “azarão” era o Imortal. Confira abaixo a história de cada um:

Da queda inesperada do Internacional

O Peñarol superou o favoritismo e eliminou o Inter na Libertadores de 2011. | LatinContent/Getty Images
O Peñarol superou o favoritismo e eliminou o Inter na Libertadores de 2011. | LatinContent/Getty Images

Após arrancar um bom empate contra o Peñarol no Uruguai, o Internacional voltou ao Brasil com uma boa vantagem, a qual ampliou logo no início do confronto de volta no Beira-Rio. Porém, no segundo tempo, o Colorado “apagou”, tomou dois gols em cinco minutos e pagou com a eliminação. O 3 a 2 no agregado deu a vaga ao Aurinegro.

Resultado: Peñarol 3 x 2 Internacional
Jogo de ida: Peñarol 1 x 1 Internacional

Jogo de volta: Internacional 1 x 2 Peñarol

O Flu e 45 minutos de decepção

O Fluminense não conseguiu superar o Libertad na Libertadores de 2011. | Luis Vera/Getty Images
O Fluminense não conseguiu superar o Libertad na Libertadores de 2011. | Luis Vera/Getty Images

O Fluminense caiu na arapuca do Libertad. Com o 3 a 1 de vantagem construído no Brasil, o Tricolor das Laranjeiras foi confiante para o Paraguai, mas optou por se fechar e não resistiu. O Flu até segurou o 0 a 0 na primeira etapa, mas sofreu um 3 a 0 nos 45 minutos finais e deu adeus à Conmebol Libertadores de 2011.

Resultado: Fluminense 3 x 4 Libertad

Jogo de ida: Fluminense 3 x 1 Libertad

Jogo de volta: Libertad 3 x 0 Fluminense

O Cruzeiro e o duro golpe contra o azarão

O Cruzeiro perdeu os dois duelos contra o Once Caldas na Liberta de 2011. | LatinContent/Getty Images
O Cruzeiro perdeu os dois duelos contra o Once Caldas na Liberta de 2011. | LatinContent/Getty Images

O Cruzeiro encarou e surpreendentemente foi eliminado para o Once Caldas, da Colômbia, nas oitavas de final da Conmebol Libertadores de 2011. A Raposa venceu longe do Brasil por 2 a 1, mas não conseguiu utilizar a Arena do Jacaré a seu favor e deu um vexame: tomou um 2 a 0 do clube que teve a pior campanha entre os times que passaram da fase de grupos. Uma noite para esquecer.

Resultado: Cruzeiro 2 x 3 Once Caldas

Jogo de ida: Once Caldas 1 x 2 Cruzeiro

Jogo de volta: Cruzeiro 0 x 2 Once Caldas

O Grêmio, os problemas e a Libertadores de 2011

O problemático Grêmio não conseguiu superar o Universidad Católica em 2011. | Edu Andrade/Getty Images
O problemático Grêmio não conseguiu superar o Universidad Católica em 2011. | Edu Andrade/Getty Images

O Grêmio não ‘deu sorte’ contra a Universidad Católica na Libertadores de 2011. Com inúmeros problemas – incluindo a ausência de sete titulares no jogo de volta –, o Tricolor perdeu os dois embates para o rival do Chile: 2 a 1 em Porto Alegre e 1 a 0 em Santiago. O Imortal sucumbiu.

Resultado: Grêmio 1 x 3 Universidad Católica

Jogo de ida: Grêmio 1 x 2 Universidad Católica

Jogo de volta: Universidad Católica 1 x 0 Grêmio

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.