Pinheiros domina, bate o Flamengo e respira nas quartas de final do NBB

Equipe paulista se impõe no Tijuca Tênis Clube, com atuações inspiradas dos americanos Holloway e Bennett, e diminui placar do confronto para 2 a 1. Times duelam na segunda

O Pinheiros não se intimidou com a desvantagem no playoff de quartas de final do NBB nem com a força da torcida carioca, e respirou na competição ao derrotar o tetracampeão Flamengo por 90 a 79, ontem, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro.

Com o resultado, a equipe garantiu a sobrevivência na série melhor de cinco (o Fla vence por 2 a 1) e forçou a realização do Jogo 4, que acontece na próxima segunda-feira, no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo (SP).

Os destaques do triunfo foram os americanos Desmond Holloway, cestinha do time com 20 pontos, e Corderro Bennett, que mesmo com dores durante a partida devido a uma contratura no quadril, encontrou forças para registrar 16 pontos, oito rebotes e seis assistências.

Com 19 pontos, o ala Marquinhos teve mais uma grande atuação pelo Fla. O camisa 11 ainda pegou sete rebotes e quatro assistências e totalizou 19 de eficiência. O ala-armador Marcelinho Machado, com 16 pontos e quatro rebotes, foi outro que se sobressaiu pela equipe rubro-negra. Vindo do banco, Ricardo Fischer deixou a quadra com 11 pontos e três assistências.

O Pinheiros ditou o ritmo da partida desde o início. Com vantagem de dez pontos já no primeiro quarto (27 a 17), o time paulista liderou o placar durante toda a disputa e chegou a ter 13 pontos de frente no último quarto (75 a 62). O Fla até reagiu com corrida de 9 a 0 na parcial final (75 a 71), mas os pinheirenses retomaram o controle, voltaram a ter dez pontos e só administraram.

– Não nos entregamos com a desvantage. Entramos com intensidade, conseguimos controlar o Flamengo e vamos tentar fazer o mesmo na próxima partida dentro de casa. Esse é o espírito – disse Bennett.


Mogi tenta ampliar vantagem
Hoje, Mogi das Cruzes e Vitória fazem o segundo jogo da série às 19h30, no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes (SP). O time paulista levou a melhor no primeiro duelo.














E MAIS: