Pineida celebra acerto com o Fluminense e revela 'inveja' de Sornoza: 'Ansioso para começar'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Pineida revelou desejo de ser ovacionado pela torcida (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Mario Pineida
    Ao VivoHojeAmanhãx--|


Na última terça-feira, o Fluminense anunciou o quarto reforço para a temporada de 2022: Mario Pineida, lateral-esquerdo emprestado pelo Barcelona-EQU. Atuando pela primeira vez fora do seu país, o equatoriano comemorou o acerto com o clube e revelou ansiedade para iniciar sua trajetória nas Laranjeiras.

- Estou muito feliz. Sempre, desde pequeno no meu país, tive o sonho de jogar fora e agora me abriram as portas desta grande instituição, que tem uma torcida linda. E saber que saíram grandes jogadores daqui, como Thiago Silva e Marcelo. Para mim, é uma grande honra estar aqui e vou tratar de defender a instituição da melhor maneira. Estou muito ansioso para começar a treinar, conhecer meus companheiros, dividir o dia a dia e, o mais importante, ganhar jogos - disse.

Amigo de Sornoza, que atuou no Flu em 2017, Pineida também contou que observava o carinho da torcida com o compatriota. Mario afirmou que espera ter a mesma recepção positiva da arquibancada.

- Anos atrás, quando o Junior Sornoza e o Orejuela vieram, pude vê-los jogar com essa camisa. Sempre sigo o Junior [Sornoza], que é um grande amigo, e ver o estádio cheio, como a torcida apoia, a verdade é que sentia uma inveja boa. Hoje tenho essa oportunidade, espero chegar na pré-temporada e fazer as coisas da melhor maneira, espero estrear e escutar o apoio da torcida. Tomara que eu seja ovacionado da mesma forma ao ganhar os jogos, como ovacionaram o Junior, para gritarem meu nome.

Destro, o lateral começou sua carreira atuando pela direita. Contudo, Mario contou que passou a jogar pela esquerda para dar conta de uma lacuna no elenco do Independiente Del Valle, mas acabou se adaptando.

- Quando eu estava no Independiente [del Valle], haviam vendido o lateral-esquerdo, e o técnico Pablo Repetto me perguntou se eu poderia jogar na esquerda. Respondi que sim, aí me acostumei (risos). Todo mundo pergunta: "Por que não joga na direita se é destro?" Eu digo que acostumei a jogar na esquerda porque corto para o meio e fico com o campo à frente. Hoje me sinto mais cômodo jogando na esquerda, mas não tenho problema em jogar pela direita.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos