Pilotos Shell se dizem prontos iniciar temporada 2020 da Stock Car

motorsport.com

A maior patrocinadora do esporte a motor no Brasil e no mundo está pronta para ver seus carros novamente em ação pela Stock Car no próximo fim de semana. A Shell aguarda a categoria confirmar a realização da etapa de abertura da temporada em Cascavel, observando rigoroso protocolo de segurança que já foi encaminhado aos pilotos.

Cada equipe terá direito a contar com apenas nove profissionais para preparar seus dois carros, incluídos nessa conta chefe de equipe e pilotos. Cada carro vai ficar sozinho em um box e não serão autorizadas mais de cinco pessoas no espaço simultaneamente.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

Stock Car abre a temporada no próximo domingo, em Cascavel; conheça o protocolo de segurançaApós se recuperar da Covid-19, Baptista aprova volta da Stock Car em julho

Para ingressar no autódromo Zilmar Beux, os autorizados deverão apresentar um teste PCR negativo de Covid-19 coletado entre os dias 28 e 29 de junho (não serão aceitos laudos de testes rápidos). Além disso, todos terão a temperatura corporal medida por termômetro infravermelho no ato de chegada ao autódromo - quem apresentar temperatura superior a 37,5ºC será barrado na entrada.

O rígido protocolo repete medidas adotadas com sucesso pela Copa Truck na pista cascavelense no último fim de semana, em evento que marcou a retomada das competições do esporte a motor brasileiro após a quarentena. Todos os profissionais terão que usar máscara e face shield e respeitar distanciamento social de ao menos 2m durante todo o tempo. Reuniões como briefings de pilotos e chefes de equipe e mesmo contatos com comissários desportivos durante a etapa serão sempre realizadas por videoconferência.

O descumprimento de normas, como as referentes ao uso de máscaras e face shields, pode acarretar a retirada do infrator do local pelos fiscais da Stock Car. A categoria alerta ainda que a Vigilância Sanitária poderá fazer fiscalização a qualquer tempo e que em caso de infrações as atividades poderão ser paralisadas.

A ser confirmada a etapa em Cascavel, será uma jornada de grandes novidades para os quatro pilotos Shell. Ricardo Zonta, Átila Abreu, Galid Osman e Gaetano di Mauro têm novas equipes e novos carros para 2020.

Zonta é o único competidor do quarteto da Shell a correr com o novo Toyota Corolla em 2020. O curitibano passa a defender a RCM, um dos times de Rosinei Campos, chefe da organização tricampeã da Stock Car por equipes. Se a cooperação com a escuderia paranaense é novidade para Zonta, o elo com a montadora tem história: Zonta foi piloto Toyota na F1 por quatro temporadas (duas delas como titular) e defendeu suas cores com equipe própria no extinto Campeonato Brasileiro de Marcas.

Átila Abreu e Galid Osman serão companheiros de equipe em outra organização multicampeã da Stock Car. A equipe Shell V-Power passa agora a ser preparada pela Crown Racing, sob a batuta do ex-piloto Duda Pamplona. O time baseado em Petrópolis é bicampeão da categoria e vai preparar dois Chevrolet Cruze em 2020. Átila venceu em Cascavel nas duas últimas temporadas e colocou o carro #51 na pole em 2012, quando o desafiador circuito do oeste do Paraná fez seu retorno à Stock Car.

Estreante do ano em 2019, Gaetano di Mauro agora tem seu Chevrolet Cruze #11 preparado pela Vogel Motorsport. A equipe também tem sede em Petrópolis e é uma das mais tradicionais do grid da Stock Car, tendo levado diversos jovens pilotos a poles e vitórias ao longo de sua trajetória.

“Estou muito animado em voltar a correr depois de tanto tempo”, disse Átila. “Foi mais de meio ano longe das competições da Stock Car, então é muito bom voltar. Tivemos um primeiro contato com o carro novo na semana passada e gostei muito do trabalho com a equipe. Poder voltar a correr na pista onde venci minha última prova na categoria, no ano passado, e uma pista que eu sempre gostei, é muito especial. Cascavel, se não for a minha pista preferida, é uma delas, então estou com o ânimo em alta.”

“Atravessamos um período muito difícil para todos, com muitas famílias perdendo pessoas próximas”, disse Zonta. “Então para o esporte voltar temos que tomar todos os devidos cuidados: no automobilismo a preocupação com segurança está sempre presente e agora ainda mais precisamos de atenção.”

“Estou bem feliz com a possibilidade de voltarmos a correr”, relatou Galid. “Acho que agora era o momento limite para conseguirmos realizar um bom campeonato em 2020, então estou bastante animado. Será minha primeira corrida pela equipe Crown. Fizemos o teste na semana passada e o carro se comportou bem. A regularidade será fundamental para o campeonato, uma vez que será um campeonato de tiro curto. Tenho como meta pontuar o máximo possível em todas as etapas, para chegar no fim do ano em uma boa posição com a Shell.”

“Estou muito ansioso para o começo da temporada”, falou Gaetano. “Já vinha com bastante tempo parado, mas nos últimos dias deu para reativar com treinos de kart e o treino da Stock Car em Curitiba. Espero ter um bom ano, com uma equipe nova. Estou muito animado em começar os trabalhos com todos na Vogel e ver o potencial que teremos no carro. São muitas coisas novas no carro deste ano. Espero estar competitivo desde a primeira etapa e lutar por vitórias”

Como uma 'cagada' de passarinho 'deu sorte' para Zonta na F1

PODCAST: F1 pronta para volta! Sérgio Sette Câmara explica como será protocolo detalhado

Your browser does not support the audio element.

Leia também