Philippe Coutinho diz acreditar que Xavi fará um "grande trabalho" no Barcelona

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
(arquivo) Philippe Coutinho disputa com Pedro Aquino do Peru em jogo das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, em outubro de 2020, última partida do jogador do Barcelona pelo Brasil (AFP/Daniel APUY)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O meia brasileiro do Barcelona, Philippe Coutinho, garantiu nesta segunda-feira que o lendário Xavi fará um "grande trabalho" como treinador do clube espanhol, atolado em uma crise institucional e esportiva.

"Xavi foi um grandíssimo jogador, um grande ídolo no futebol. E agora está de volta a casa, ao Barcelona. Espero que ele possa ter muito sucesso juntamente com o grupo que nós temos", disse Coutinho em uma coletiva de imprensa em São Paulo, onde se prepara com a seleção brasileira para a rodada dupla das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022.

"Sei do grande cara que ele é, com certeza vai fazer um grande trabalho no Barcelona", acrescentou o meia, que aos poucos retoma o ritmo de jogo depois de uma grave lesão no joelho sofrida em dezembro passado.

Coutinho garantiu não ter conhecimento de que a Confederação Brasileira de Futebol teria contactado Xavi para que ele fosse assistente de Tite e assumisse o comando da Seleção depois da Copa do Catar, como disse o agora treinador 'culé' em sua apresentação no Barça nesta segunda.

"Fui pego de surpresa. Eu não sabia", afirmou o jogador, de 29 anos.

Depois de encerrar sua brilhante carreira como meio-campista no Barcelona, Xavi assumiu nesta segunda-feira no lugar do holandês Ronald Koeman, quase duas semanas atrás, após uma série de resultados ruins.

No retorno à seleção brasileira após um ano ausente devido a problemas físicos, Coutinho disse estar "feliz" e animado para disputar os jogos contra a Colômbia na quinta-feira em São Paulo e contra a Argentina na terça-feira em San Juan.

"É como se fosse a primeira vez, é assim que encaro toda vez que estou aqui na Seleção. Sempre é uma honra vestir essa camisa", afirmou.

O meio-campista, que disputou a Copa do Mundo da Rússia-2018, garantiu que está "cem por cento" recuperado da lesão no menisco e "mentalmente mais forte" após superar suas contusões.

"Temos jogos importantes, Colômbia e Argentina, onde a gente vai se preparar ao máximo", garantiu.

Líder invicto das Eliminatórias, o Brasil pode carimbar sua passagem para o Catar nesta rodada dupla, a última de 2021.

Faltando seis rodadas, a Seleção lidera com 31 pontos, seguida pela Argentina (25), Equador (17) e Colômbia (16). O Uruguai (16) ocupa a quinta colocação, que leva à disputa de um playoff contra uma seleção de outra confederação.

raa/app/cl/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos