Phelps elogia "inacreditável" nadador tunisiano Hafnaoui após ouro inesperado em Tóquio

·1 minuto de leitura
Ahmed Hafnaoui comemora vitória nos 400m livre

Por Mitch Phillips

TÓQUIO (Reuters) - Michael Phelps elogiou Ahmed Hafnaoui por sua "natação inacreditável", neste domingo, dizendo que a vitória surpreendente do tunisiano de 18 anos nos 400m livre foi um grande exemplo de como é provável que as provas de natação nos Jogos de Tóquio tenham disputas abertas.

Hafnaoui tinha o pior tempo entre os finalistas, mas, da raia oito, superou o australiano Jack McLoughlin e o norte-americano Kieran Smith para obter uma vitória chocante.

“Natação inacreditável, acho que ele tirou quase cinco segundos de seu RP (recorde pessoal)", disse Phelps a repórteres em Tóquio. “A diferença entre essa Olimpíada e o passado, na minha opinião, é que cada pessoa na final tem uma chance de ganhar o ouro -- não importa se você está na raia um, oito ou quatro, todos estão perto", acrescentou.

“Veja o 400IM (medley individual), menos de um segundo entre o primeiro e o oitavo só para chegar à final. Sinto que o globo está começando a se mover e a nadar mais rápido e, para mim, é divertido assistir. É incrível poder ver as crianças crescendo e realizando seus objetivos.”

Phelps se aposentou --pela segunda vez-- após os Jogos Rio 2016 com a impressionante marca de 23 medalhas de ouro em seu currículo, e concedeu a entrevista no âmbito de uma de suas novas funções, como embaixador da cronometrista olímpico oficial Omega.

“É um desafio”, disse o homem de 36 anos sobre sua vida de “civil”. "É inesperado, é algo que você não conhece. Natação era tudo que eu conhecia por tanto tempo, então, ao sair do esporte para o mundo real, terei experiências que abrem meus olhos. Mas acho que é por meio das coisas você experimenta em sua vida que lhe dá o conhecimento para continuar".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos