Petkovic relembra final do Carioca de 2001 entre Flamengo e Vasco: 'Se não fosse o Zagallo, não teria jogado'

·1 minuto de leitura


Há 20 anos a história era escrita com os pés de Petkovic. O camisa 10, atuando pelo Flamengo na final do Carioca de 2001 diante do Vasco, foi autor de um dos gols mais emblemáticos da história do clube e do Clássico dos Milhões. Em entrevista ao "Extra", o sérvio revelou os bastidores do rubro-negro antes do confronto decisivo e disse que esteve próximo de não jogar por conflitos com a diretoria. O técnico Zagallo o convenceu de atuar.
+ Confira a classificação dos grupos da Libertadores!

Antes de cobrar a falta e colocar, aos 43 minutos da etapa final, a bola no ângulo esquerdo goleiro Helton e conquistar o tricampeonato diante do rival, Pet revelou a importância de Zagallo no triunfo.

- Antes daquele jogo nós conversamos. Se não fosse ele, não teria jogado. Ele comprou a briga com a diretoria. Me disse que não interessava a diretoria, que me queria em campo para ter mais chances. A briga com a diretoria era tão grande, a falta de pagamento tão enorme - começou Pet.

- Ele me perguntou: 'Quer jogar?' Falei que sim. Ele respondeu que então eu iria jogar. Ainda falei: 'Tem certeza?' Ele disse: 'Vai! Eu quero' - concluiu.

Na próxima quinta-feira, no mesmo dia do confronto entre Flamengo e Vélez pela Libertadores, gol icônico de Petkovic comemora 20 anos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos