Pessoa viva mais velha do mundo carregará tocha Olímpica para os Jogos de Tóquio

LANCE!
·1 minuto de leitura


A japonesa Kane Tanaka, de 118 anos, foi uma das escolhidas para participar do revezamento do carregamento da tocha Olímpica dos jogos de Tóquio. Tanaka é reconhecida como a pessoa viva mais velha do mundo e levará a pira por aproximadamente 100 metros enquanto é empurrada na cadeira de rodas por sua família. A anciã, no entanto, já disse que quer das os últimos passos e passar a chama sozinha.

> Confira a classificação atualizada dos campeonatos estaduais e simule os resultados do seu time!

Tanaka carregará a chama quando o revezamento estiver passando por Shime, na região onde ela mora. A "supercentenária" já venceu o câncer duas vezes, passou por duas guerras mundiais e duas pandemias globais, mesmo assim, de acordo com seu neto Eiji, que já tem 60 anos, ela não fala muito do passado e "gosta de viver o presente".

- É ótimo que ela chegou nessa idade e ainda mantenha um estilo de vida ativo, queremos que outras pessoas vejam isso e se sintam inspiradas, e não pensem que a idade é uma barreira - disse seu neto. Kane gosta de jogos de tabuleiro, resolver desafios de matemática e praticar sua escrita, além de ser fan de refrigerantes.

Quando carregar a tocha, Tanaka quebrará o recorde de Aída Mendes, a Vovó Iaiá. A brasileira é até o momento a pessoa mais velha a levar a pira Olímpica quando participou do revezamento em 2016, nos jogos do Rio, e tinha 106 anos. Aída, infelizmente, faleceu em abril de 2020 aos 110 anos de idade.