Perto da volta, Danilo se destaca na reapresentação do Corinthians

O meia Danilo está cada vez mais perto do retorno aos gramados no Corinthians. Após passar por uma espécie de transição desde que voltou a trabalhar com bola, há dez dias, o armador trabalhou pela primeira vez sem limitações de contato físico desde a fratura na sua perna direita na tarde desta terça-feira, na reapresentação do elenco no CT Joaquim Grava após a classificação do clube para a final do Campeonato Paulista.

Durante o período de readaptação ao jogo, Danilo sempre usou um colete que o colocava como “híbrido”, servindo apenas o time que tivesse a bola. A ideia é executada sempre que um jogador está voltando de contusão e serve para minimizar os riscos de uma lesão por pancadas em um atleta que ainda não está em plenas condições físicas. Livre do colete, Danilo já pode receber essa classificação. O jogador, porém, só poderá ser utilizado no Brasileiro ou em fases posteriores da Copa Sul-Americana, caso o Timão passe pela Universidad de Chile.

Na atividade comandada pelos auxiliares Leandro “Cuca” e Osmar Loss, ele estava no time de colete laranja, formando um ataque com o jovem Pedrinho, que renovou contrato pouco antes da ocasião, Clayton e Kazim. Mostrando a tradicional visão de jogo, mesmo sem reunir toda a sua capacidade física, o maestro corintiano conseguiu dar alguns passes para gol no trabalho em campo reduzido.

Enquanto os reservas se esforçavam entre divididas e chutes a gol no campo 4 do CT, os titulares realizaram apenas um trabalho regenerativo na academia e na piscina. Apenas o goleiro Cássio apareceu no gramado, fazendo rápido treino com o preparador Mauri Lima e depois correndo por cerca de 20 minutos.

Os paraguaios Balbuena e Romero também puderam ser vistos, mas ambos apenas recepcionaram o sogro do atacante, que visitou as instalações corintianas. Após finalizarem o regenerativo, os estrangeiros sentaram com o senhor no banco de reservas e observaram os minutos finais do treinamento.

Com uma semana cheia para trabalhar pela primeira vez desde o início da temporada, o técnico Fábio Carille só mandará os titulares a campo na quarta-feira, iniciando a decisão sobre qual equipe enfrentará a Ponte Preta, no domingo, às 16h (de Brasília), no Moisés Lucarelli, apenas a partir de quinta.