Perto do São Paulo, Pato não poderá pegar o Corinthians

Estadão Conteúdo

Pela troca entre Alexandre Pato e Jadson, que deve ser oficializada nesta quinta-feira, ficou definido qual jogador não poderá enfrentar o seu ex-clube. E por uma exigência de contrato o primeiro deles não jogará contra o Corinthians no período em que estiver no rival, garantiu o diretor de futebol Ronaldo Ximenes após a derrota para o Bragantino por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Pacaembu. "Ele vai por empréstimo e não joga contra Corinthians." Isso não acontece com Jadson, que será contratado em definitivo pelo clube alvinegro. Ele assinará contrato de dois anos e os direitos econômicos do jogador ficarão divididos em partes iguais (50% para cada).

O Corinthians fica responsável por pagar os salários de Jadson e uma parte dos rendimentos de Alexandre Pato neste período de dois anos. Também ficou decidido que o clube do Parque São Jorge pode vender o atacante para a Europa a qualquer momento. Pato não pode defender o São Paulo no Campeonato Paulista porque já excedeu o número de jogos pelo time corintiano permitido no regulamento.

Em tese, para o Corinthians, é bom que o atacante vá muito bem no São Paulo. Dessa maneira ele poderia ser negociado com o futebol europeu, diminuindo assim o prejuízo na sua contratação. Há um ano, o Corinthians comprou Pato por R$ 40 milhões - e sequer acabou de pagar este valor. Essa "dívida" com o Milan continua sendo de responsabilidade do Corinthians.

Os dois respectivos presidentes de Corinthians e São Paulo, Mário Gobbi e Juvenal Juvêncio, assinaram o contrato da transferência nesta quarta-feira. O primeiro deles revisou os últimos detalhes no Pacaembu, durante o jogo contra o Bragantino. Já os dois jogadores vão assinar o contrato nesta quinta-feira. Só depois disso é que haverá o anuncio oficial da negociação.

Nos bastidores, o Corinthians alega que a invasão ao CT por parte das organizadas, no último sábado, não influenciou na saída de Pato. Dirigentes iniciaram a negociação com o São Paulo há uma semana, no dia seguinte à goleada sofrida para o Santos por 5 a 1. Neste período houve uma série de negociações entre ambas as partes.

Pato também recebeu sondagens do Flamengo e principalmente da Juventus, da Itália, que tentou contratar o jogador por empréstimo. O presidente Mário Gobbi disse que havia ainda outras propostas pela estrela e elogiou a qualidade do atleta, agora ex-jogador corintiano. Se na visão de Gobbi Pato é tão bom assim e interessa a várias equipes, o presidente foi questionado, então, por que o atacante não deu certo no Corinthians.

"Por que não deu certo no Corinthians? Poxa vida, é porque o futebol tem essas nuances, esses mistérios. Vamos ver o que é bom para o clube. Pato é um grande jogador, não foi uma decepção de jeito nenhum. Ele é um craque. E é temporário porque ele tem contrato até 2016, o Corinthians investiu milhões de euros por ele. O Pato é patrimônio do clube", disse Gobbi.

A negociação já gerou revolta de conselheiros do clube que estiveram no Pacaembu. Um deles chegou a conversar com o diretor de futebol Ronaldo Ximenes. A maior queixa não era em se livrar de Pato, mas sim de reforçar um rival. E ainda pagar parte do salário do atleta. Ainda que o atacante fique os dois anos de contrato no São Paulo, ele ainda terá um ano de vinculo com o Corinthians - o compromisso termina em 2016. Conselheiros prometem cobrar o presidente Mário Gobbi no clube.

Exibir comentários (1)
Os sites do Yahoo Esportes e do Esporte Interativo agora estão separados. Por favor, escolha qual deseja acessar:
  • Bellucci e Rogerinho caem na estreia no US Open

    Bellucci e Rogerinho caem na estreia no US Open

    Os brasileiros Thomas Bellucci e Rogério Dutra Silva foram eliminados por adversários mais bem ranqueados na primeira rodada do US Open, nesta segunda-feira, com derrotas para o russo Andrey Kuznetsov e o croata Marin Cilic, respectivamente. Mais »

    AFP - 13 minutos atrás
  • Temendo protestos, Inter reforça segurança no CT Parque Gigante

    A má fase do Internacional dentro de campo neste Campeonato Brasileiro afeta cada vez mais o clube fora das quatro linhas. Preocupado com as chances de protestos após mais um resultado negativo no Brasileirão, quando empatou com o Sport por 1 a 1 – estando vencendo o jogo até os minutos finais -, o Colorado […] Mais »

    Gazeta Press - 30 minutos atrás
  • Agora no Sesi, Bruninho comenta fim de ciclo e melhor ano da carreira

    Feliz em finalmente ter feito parte da conquista do ouro olímpico que coroa sua geração, o levantador Bruninho falou, durante coletiva realizada pela Asics, sua patrocinadora, que espera grande competitividade e apoio crescente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) em sua volta para o Brasil para atuar na equipe do Sesi. “Espero que tenha mudado […] Mais »

    Gazeta Press - 34 minutos atrás
  • Diretor torce para que São Paulo nunca mais patrocine organizadas

    Indignado com o que ocorrera no último sábado, o diretor de futebol do São Paulo, José Jacobson Neto, pediu o fim permanente da relação do clube com suas torcidas organizadas, que invadiram o CCT da Barra Funda com centenas de seus integrantes. O dirigente ainda garantiu que o Tricolor já acionou as autoridades cabíveis para […] Mais »

    Gazeta Press - 41 minutos atrás
  • Jean vê sequência decisiva e projeta ganhar pelo menos oito pontos

    Com 43 pontos ganhos, três a mais que o Flamengo, o Palmeiras lidera o Campeonato Brasileiro. Para o versátil Jean, dono de uma posição no time titular, os próximos quatro confrontos serão decisivos na busca pelo título que o clube alviverde não conquista desde a temporada de 1994. Em uma série desafiadora, a equipe dirigida […] Mais »

    Gazeta Press - 48 minutos atrás