Perto de iniciar temporada, Márquez mostra confiança por novo título

Atual campeão e vencedor de três títulos nos últimos quatro anos na MotoGP, o piloto Marc Márquez segue com apetite para tentar levantar a taça da competição em mais uma oportunidade. Para o espanhol, ele e sua equipe chegam mais uma vez muito fortes em busca de uma nova conquista da categoria na temporada de 2017.

“Nesta temporada chegamos melhor que na passada, mas isto não quer dizer que o resultado vai ser melhor. O que é fato é que nos preparamos bem. A nível físico estou cem por cento e mentalmente também estou muito motivado, como sempre, para tentar lutar mais um ano pelo título”, declarou o espanhol, em entrevista ao Marca.

Empolgado após uma boa pré-temporada, o piloto acredita que sua equipe será forte e brigará por pódios desde o início da disputa. “A nível técnico sempre quero mais, nunca é tudo perfeito e sempre queremos estar melhor. Vendo como estávamos quando começamos a pré-temporada, acredito que chegamos a um nível ótimo para brigar pelo pódio desde as primeiras corridas”, afirmou.

A abertura da temporada do MotoGP será no próximo dia 26 de março, na realização do Grande Prêmio do Catar, na cidade de Lusail. O circuito costuma apresentar dificuldades para o espanhol, que venceu a etapa somente uma vez em sua carreira. Apesar de reconhecer as condições menos favoráveis, Marc Márquez acredita que tem capacidade para sair com um triunfo logo na estreia.

“Nos resta todo o fim de semana do Grande Prêmio (do Catar) para acabar de preparar as coisas, mas é certo que entraremos em um dos circuitos que mais nos dá trabalho e costuma ser menos favoráveis para as características de nossa moto. Porém, não podemos descartar nada e chegamos com a máxima motivação e ambição para ver se podemos lutar pela vitória desde o início”, projetou.

Marc Márquez ainda aproveitou para listar quem acredita que serão seus principais rivais na disputa pelo título. “Será (Valentino) Rossi, (Maverick) Viñales e (Dani) Pedrosa, que fizeram uma pré-temporada muito consistente. Resta ver o (Jorge) Lorenzo, porque ele poderá fazer boas corridas, mas a incógnita é se ele poderá se manter lutando em todos os domingos pelo pódio, o que indicaria que ele poderá brigar pelo título”, completou.

Leia também