Perrella deixa Conselho e Cruzeiro anuncia demissões de funcionários e aliados de Wagner Pires de Sá

Valinor Conteúdo
LANCE!


O Cruzeiro comunicou o desligamento de Zezé Perrella do Conselho Deliberativo da Raposa, tendo o cargo de presidente. A renúncia de Perrella estava acertada desde o dia 12 de dezembro, contradizendo com a informação veiculada pelo clube de que o dirigente havia pedido licença do cargo, para que José Dalai Rocha assumisse e ficasse apenas como gestor do futebol.

Porém, o ex-presidente Wagner Pires de Sá demitiu Perrella do cargo de gestor, acelerando a saída de vez do ex-presidente do clube, que comandou a Raposa em dois mandatos, de 1995 a 2002 e de 2009 a 2011.

A saída de Perrella do Cruzeiro intensifica o processo de mudanças em peças-chave na direção do clube. Com o fim da gestão de Wagner Pires de Sá, e a presença do conselho gestor, o time celeste está renovando seus quadros para tentar tirar o clube da sua maior crise em 99 anos de vida.




Demissões de aliados do ex-presidente

A reorganização administrativa do Cruzeiro está chegando a todos os níveis do clube. A Raposa anunciou nesta quinta-feira, 2 de janeiro, uma série de demissões, 80 no total.

As principais saídas ocorreram nos departamentos jurídico e de futebol, atingindo ex-aliados de Wagner Pires de Sá e do ex-vice de futebol Itair Machado.

Os nomes mais conhecidos, que deixou o Cruzeiro, foi o de Alexandre Comoretto, o Gaúcho, que era braço-direito de Itair, e Alexandre Lemos, agora ex-diretor de obras e patrimônio. A assessoria do clube emitiu uma nota sobre as demissões.

Nota Oficial

O Cruzeiro Esporte Clube confirma que na data de hoje (2 de janeiro de 2020) ocorreram várias demissões espontâneas, desligamentos e readequação de setores que precisam ser reduzidos.

No esforço de resgatar o Clube do desequilíbrio financeiro, todas as medidas necessárias serão tomadas para apresentar um plano de sustentabilidade econômica e exitosa visando um imediato retorno do time à Série A.

Departamento de Comunicação















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Carta-renúncia estava assinada desde o dia 12 de dezembro
Carta-renúncia estava assinada desde o dia 12 de dezembro

Carta-renúncia estava assinada desde o dia 12 de dezembro-(Reprodução)


Leia também