Pentacampeões não temem que Brasil chegue ao auge antes da Copa

A Seleção Brasileira não perdeu desde que Tite assumiu o comando da equipe. Além de já ter emplacado oito vitórias consecutivas nas Eliminatórias Sul-Americanas, o Brasil já garantiu vaga para a Copa do Mundo de 2018 e conseguiu grandes vitórias sobre Uruguai e Argentina vencendo, respectivamente, por 4 a 1 fora de casa e por 3 a 0 dentro de casa.

Com esse cenário positivo e muito favorável, muitas pessoas temem que a Seleção chegue ou já esteja ao seu auge antes da hora e caia de rendimento na Copa do Mundo da Rússia, no próximo ano. Apesar disso, o capitão do penta, Cafu, tem uma visão diferente.

“Não (acredito que está no auge). Melhor chegar bem do que chegar desacreditado como já aconteceu em outras oportunidades”, declarou o lateral direito, que teve a experiência de chegar a Copa de 2002 com baixas expectativas e muito pessimismo sobre o Brasil. “Isso é sinal de credibilidade e que a Seleção Brasileira vem encantando todo mundo”.

Leia mais:

“Vamos estar preparados para enfrentar a Alemanha”, avisa Tite

Tite revela segredos e diz que sofreu com insônia após vaga na Copa

Daniel Alves pede paciência para Brasil seguir evoluindo até a Copa

Outro campeão do mundo, o zagueiro Lúcio também acredita que os comandados de Tite irão chegar em bom ritmo na Rússia e elogiou o ex-treinador do Corinthians pelo bom trabalho que está fazendo.

“Ainda não está no auge. Os jogadores têm consciência que de o importante é a Copa do Mundo e o treinador Tite também é muito competente. Acho que ele tem o que é preciso para dar continuidade ao trabalho para todos alcançarem seu auge em 2018”.

Além disso, Cafu mostrou confiança em Neymar ao ser questionado se o craque brasileiro precisaria sair do Barcelona para ser o melhor jogador do mundo. “Não, em hipótese alguma. No Barcelona ele vai ser considerado o melhor do mundo, independentemente de ter Messi ou Cristiano Ronaldo. Acho que esse é o momento do Neymar”.

*Especial para a Gazeta Esportiva