Penalidades colocam o Athletico-PR na terceira fase da Copa São Paulo

Futebol Latino
LANCE!


Brilhando a estrela do arqueiro Léo Linck, o Athletico-PR, depois de empatar por 1 a 1 no tempo normal, eliminou o Bahia nas penalidades em jogo que ocorreu na cidade de Jundiaí pela segunda fase da Copinha.

placeholder

Na etapa inicial, apesar do time baiano ter a estrategia de ficar com menos tempo a bola nos pés, era quem conseguia ser mais agudo nos 45 minutos iniciais diante do Rubro-Negro que tinha a posse, mas passava por problemas de armação das jogadas.

Como prêmio de sua forma mais eficiente de jogo, o Tricolor acabou premiado quando, em falta de média distância cobrada por Luiz Felipe com violência aos 38 minutos onde, após a defesa de Léo Linck, ela sobrou para Marcelo Ryan testar no alto, fugindo do arqueiro paranaense.

Na volta para o tempo derradeiro, o Athletico demonstrou muita superioridade técnica e forçou Fabricio a fazer uma defesa incrível além de carimbar o travessão do adversário antes de, enfim, chegar ao gol da igualdade através de Paulo Victor. Em cruzamento ótimo vindo pelo lado direito graças a Iago, o camisa 19 apareceu na altura da marca do pênalti testando bem, no canto, dessa vez sem possibilidade de defesa para o goleiro baiano.

O Bahia esteve perto de marcar por duas vezes com Douglas já nos acréscimos, mas a eliminatória seguiu igualada e a classificação foi para a marca da cal.

Na hora decisiva, quem apareceu de maneira fundamental para a qualificação dos comandados de Rafael Guanaes foi Léo Linck. Defendendo as cobranças de Enck e Douglas, ele construiu em grande parte o marcador de 4 a 2 onde Luan Patrick converteu a penalidade derradeira para o Furacão.

Agora, o Athletico enfrenta o Tupi na terceira fase da Copa São Paulo em data ainda a ser definida novamente no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também