Pelé não reage em tratamento quimioterápico, diz jornal

Pelé em encontro com Mbappé no Hotel Lutetia, em Paris, capital da Franca, em 2 de abril de 2019. Foto: FRANCK FIFE/AFP via Getty Images
Pelé em encontro com Mbappé no Hotel Lutetia, em Paris, capital da Franca, em 2 de abril de 2019. Foto: FRANCK FIFE/AFP via Getty Images

O ex-jogador de futebol Pelé não reagiu ao tratamento quimioterápico e está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, local em que se encontra internado desde a última terça-feira (29). Ele já estaria em cuidados paliativos, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo. O ícone do futebol mundial está na batalha contra há um ano, ou seja, iniciou essa luta em 2021.

A assessoria do Albert Einstein divulgou comunicado nessa sexta-feira (2), que acusou que Pelé foi diagnosticado com infecção respiratória depois de ser internado na terça para outra avaliação da terapia quimioterápica do tumor de colón constatado em setembro de 2021. O Einstein complementou que o ídolo brasileiro vai continuar internado para sequência no seu tratamento.

Leia também:

Kely Nascimento é filha do “Rei do futebol” e publicou mensagem de otimismo no Instagram nessa quinta-feira (1). “Olá amigos. A mídia está surtando novamente e eu quero vir aqui abafar um pouquinho. Meu pai está internado, regulando medicamento. Eu não estou pulando num voo para correr lá. Os meus irmãos estão no Brazil visitando e eu vou no ano novo. Não tem supresa nem emergência. Agradecemos muito todo carinho e amor que vocês transmitem”, afirmou.

Esse é o tipo de estado que Pelé demonstrou para os seus seguidores. Recentemente tratou de acalmar os seus fãs no Instagram e, também, agradeceu pelas mensagens de apoio que recebeu nos jogos do Brasil contra Suíça e Camarões.

"Amigos, eu estou no hospital fazendo minha visita mensal. É sempre bom receber mensagens positivas como essa. Obrigado ao Qatar por essa homenagem, e a todos que me enviam boas energias!", publicou.

O seu perfil no Twitter é “abastecido” com os posts dos jogos do Brasil nesta Copa do Mundo. "Como vocês estão depois deste primeiro tempo? Como diria meu amigo, Galvão Bueno: Haja coração. Eu acredito na vitória, e vocês?".