Pela terceira vez, CBF é punida por gritos homofóbicos em partidas da Seleção

A multa, aplicada pela Fifa, desta vez teve valor equivalente a R$ 111, 6 mil

Pela terceira vez, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi multada por causa de gritos homofóbicos da torcida: desta vez, o valor foi de 35 mil francos suíços [cerca de R$ 111,6 mil]  por causa dos acontecimentos na partida entre Brasil e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

No dia 28 de março deste ano, além dos 3 a 0 da equipe de Tite sobre os paraguaios, parte da torcida presente à Arena Corinthians gritava “bicha!” a cada cobrança de tiro de meta dada pelo goleiro adversário. As federações de Argentina e México também foram multadas (20 mil e 10 mil francos suíços, respectivamente) pela má conduta de seus torcedores.

Multas anteriores

A primeira vez que a CBF foi punida pelos gritos homofóbicos foi com valor de 20 mil francos suíços [cerca de R$ 66 mil], em referência ao acontecido no dia 6 de setembro contra a Colômbia; a segunda veio após partida contra a Bolívia, e rendeu multa de cerca de R$ 83 mil.