Pela segunda vitória seguida, Vasco tenta comprovar que há vida sem Benítez

Felippe Rocha
·1 minuto de leitura


Aquele que já foi considerado o jogador mais importante do Vasco de 2020 faz parte do passado. Benítez não vai continuar na equipe e, lesionado, nem participa do jogo deste domingo, contra o Atlhetico-PR. Ele já havia ficado fora da última partida, contra o Santos. Nesta rodada, o desafio será comprovar que é possível fazer um time forte sem o meia argentino.

- É um jogador muito talentoso, todo mundo gosta, que contribuía dentro e fora de campo. Nos deixa triste porque, quando estamos todos juntos, sempre somos mais fortes - declarou o técnico Ricardo Sá Pinto, ao próprio jogador, na frente do elenco todo e da comissão técnica, durante a semana.

A despedida de Benítez pode ter se dado após o substituto ter sido encontrado no próprio elenco. Na última partida, Carlinhos marcou um gol que pode ter sinalizado que será ele o herdeiro da função de agora em diante. Mas seja com ele ou com outro jogador, o Vasco precisa de novos bons resultados para seguir forte contra o Z4.

Para este domingo, o Cruz-Maltino terá Neto Borges, Gil e Talles Magno de volta, após suspensão. Por outro lado, Jadson, Henrique e o próprio Sá Pinto estão suspensos. Para a zaga, um postulante é Marcelo Alves.

- Sigo trabalhando da mesma forma, com dedicação, vontade de evoluir e crescer. É o que temos que fazer para continuar brigando pelo nosso espaço - afirmou o defensor.

-> Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

No meio-campo, no ataque, na defesa e até na área técnica. Benítez era importante e influente. Mas o Vasco terá que se virar com substitutos que deem conta do recado sem o, agora, ex-atleta do Cruz-Maltino.