Pela segunda rodada seguida, Vasco busca levar à briga contra a degola um rival mais 'tranquilo' na tabela

Felippe Rocha e Luiz Felipe Melo
·1 minuto de leitura


Depois do Sport, o Fortaleza. Muito além de serem dois adversários nordestinos, o Vasco tem uma razão a mais para justificar a necessidade da vitória nesta quinta-feira: aproximar adversários. Contra o time pernambucano, a distância que poderia ter chegado a dez pontos em caso de vitória do mandante, caiu para três com o triunfo vascaíno. O cenário é semelhante para esta quinta-feira.

A equipe agora comandada por Marcelo Chamusca fazia campanha sólida, mas está cambaleante e já se aproxima da zona do rebaixamento em que o Cruz-Maltino estava até a rodada passada. Chance de ouro para os comandados de Ricardo Sá Pinto ultrapassarem os rivais da vez e colocá-los sob a pressão da degola.

- É um jogo muito importante, muito difícil. O Fortaleza vem de bons resultados, de boa campanha. Mas estamos na nossa casa, precisamos mostrar nossa força. Precisamos muito desse resultado, voltamos a vencer e eu espero que tenha sido a primeira de uma sequência boa de jogos nossos. Temos que aproveitar que estaremos na nossa casa, usando a nossa força, para mais uma vitória. É o que precisamos no campeonato - entende o zagueiro Marcelo Alves.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Após dois meses, o Vasco voltou a conquistar três pontos numa partida pelo Campeonato Brasileiro. A parte de cima passou a dar lugar a ambições muito mais modestas. Trocar de lugar com times mais tranquilos, neste momento, na competição, é um passo a mais rumo às metas desejadas.