Pela quarta vez seguida, Botafogo cai na Copa do Brasil para time que não está na Série A

LANCE!
·3 minuto de leitura


Nesta quarta-feira, o Botafogo foi superado pelo ABC por 4 a 1, nos pênaltis, após empatar em 1 a 1 no tempo regulamentar e deu adeus precocemente a Copa do Brasil. A partida realizada no Frasqueirão, marcou a quarta eliminação seguida do Glorioso na competição, para clubes que não estão no pelotão de elite do futebol brasileiro. Assim, com decepções acumuladas, confira abaixo as eliminações marcantes do Alvinegro no torneio nacional.

> Veja os confrontos da segunda fase da Copa do Brasil

APARECIDENSE 2 x 1 BOTAFOGO (2018)

Um ano após conseguir sua última participação na Libertadores, o Glorioso viajou até a cidade de Aparecida de Goiânia, em Goiás, para estrear na Copa do Brasil contra o Aparecidense, time na época da Série D.

Na partida válida pela primeira fase da competição, o Alvinegro dominou o primeiro tempo e saiu na frente com um golaço de Rodrigo Pimpão. No entanto, na etapa final o time se acomodou com o resultado, viu o próprio Pimpão ir de herói para vilão, após ser expulso por reclamação, e sofreu com a virada, construída pelos algozes Gustavo Ramos e Nonato.

JUVENTUDE 2 x 1 BOTAFOGO (2019)

Na reedição da final da Copa do Brasil de 1999 - na qual o Botafogo perdeu para o time gaúcho -, o Glorioso, novamente, foi superado pelo Juventude, time que na época disputava a Série C. Desta vez, após empatar no Rio por 1 a 1, a equipe carioca precisava de vitória simples fora de casa, porém, não obteve êxito no objetivo.

Assim, o Alvinegro até saiu na frente com Cícero, mas teve Alex Santana expulso ainda no primeiro tempo e levou a virada com gols de Braian Rodríguez e Dalberto na etapa final. A eliminação, porém, diferentemente de 2018, ocorreu na terceira fase da competição.

CUIABÁ 0 x 0 BOTAFOGO (2020)

No ano passado, o Glorioso estava embalado na Copa do Brasil, principalmente após eliminar o Vasco, um dos seus rivais, na quarta fase da competição. No entanto, já surfando na má fase que lhe rebaixou no Brasileirão, acabou sendo eliminado pelo Cuiabá, na época, time do atual técnico do Alvinegro, Marcelo Chamusca.

Assim, após perder por 1 a 0 no Nilton Santos, a equipe carioca viajou até o Mato Grosso para duelar com uma das sensações da Série B àquela altura da temporada. Dessa forma, mesmo finalizando 17 vezes e chegando a ter 72% de posse de bola, o Botafogo não concluiu suas jogadas em gol, ficou no 0 a 0, e acabou sendo eliminado nas oitavas de final daquela edição.

A seguir, veja outras eliminações marcantes do Botafogo para times pequenos na competição:

Botafogo 1 x 2 Juventude - 1999 (final)
Remo 2 x 1 Botafogo - 2001 (segunda fase)
Botafogo 2 x 3 Gama - 2004 (segunda fase)
Botafogo 2 x 2 Paulista - 2005 (segunda fase)
Botafogo 1 x 3 Ipatinga - 2006 (segunda fase)
Botafogo 3 x 1 Figueirense (perdeu por 2 a 0 no 1º jogo) - 2007 (semifinal)
Botafogo 2 (4) x (5) 1 Americano - 2009 (segunda fase)
Botafogo 2 x 3 Santa Cruz - 2010 (segunda fase)
Botafogo 0 x 1 Figueirense - 2015 (terceira fase)