Pelé diz estar forte e fazendo tratamento "como sempre"

Torcedor em frente a foto de Pelé em exposição da Conmebol na Copa do Mundo do Catar

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - A lenda do futebol Pelé disse em uma publicação no Instagram neste sábado estar forte e fazendo seu tratamento "como sempre", afirmando ainda que buscava "manter todos tranquilos com o pensamento positivo", após ser internado na terça-feira no hospital Albert Einstein em São Paulo, para reavaliar o tratamento quimioterápico que faz contra um câncer detectado em 2021.

"Meus amigos, eu quero manter todos tranquilos e com o pensamento positivo. Estou forte, com muita esperança e sigo meu tratamento como sempre. Quero agradecer a toda equipe médica e de enfermagem, por todo zelo que tenho recebido", escreveu o ex-jogador de 82 anos.

"Eu tenho muita fé em Deus e cada mensagem de amor que recebo de vocês, vindas mundo inteiro, me mantém cheio de energias. E assistir o Brasil na Copa do Mundo também!"

A publicação de Pelé na rede social veio acompanhada do boletim médico divulgado pouco antes pelo hospital Albert Einstein, que afirmou que ele tem quadro de saúde estável e não registrou piora de saúde nas últimas 24 horas.

Ainda de acordo com o hospital, Pelé, eleito atleta do Século 20 e amplamente apontado como melhor jogador de futebol de todos os tempos, segue em tratamento e também responde bem aos cuidados para combater uma infecção respiratória diagnosticada na sexta-feira.

"Edson Arantes do Nascimento foi internado no Hospital Israelita Albert Einstein na última terça-feira (29) para uma reavaliação da terapia quimioterápica do tumor de cólon, identificado em setembro de 2021. Ele segue em tratamento e o estado de saúde continua estável. Tem tido boa resposta também aos cuidados na infecção respiratória, não apresentando nenhuma piora no quadro nas últimas 24h", afirma o boletim.

Mais cedo neste sábado, o jornal Folha de S.Paulo publicou que Pelé, tricampeão mundial com a seleção brasileira, deixou de responder à quimioterapia e havia sido colocado em cuidados paliativos.

"As medidas vão depender dos sintomas, da funcionalidade e do prognóstico, ou seja, quanto tempo de sobrevida se espera para o paciente", afirma a reportagem da Folha.

Pelé, que passou por uma cirurgia em 2021 para retirada de um tumor no cólon, tem sofrido com problemas de saúde nos últimos anos, que o levaram também a uma cirurgia no quadril e à necessidade de ajuda para caminhar. Ele tem reduzido suas aparições públicas desde então.