Pelé recebe alta de hospital e fará quimioterapia após retirada de tumor no intestino

·1 minuto de leitura
Pelé se exercita no hospital com auxílio de uma fisioterapeuta

Por Pedro Fonseca

(Reuters) - O tricampeão mundial Pelé recebeu alta, nesta quinta-feira, do hospital Abert Einstein após ter sido submetido a cirurgia para retirada de um tumor no intestino no início do mês, mas fará tratamento de quimioterapia, disseram médicos em boletim.

Segundo o boletim médico, Pelé encontra-se estável. Até o momento não havia informação sobre a necessidade de tratamento quimioterápico.

Pelé, de 80 anos, foi operado no dia 4 de setembro para remover um tumor do cólon, depois que anormalidades foram descobertas durante um exame médico de rotina.

Único homem a conquistar o título da Copa do Mundo por três vezes como jogador, Pelé fará 81 anos no dia 23 de outubro.

O ex-jogador sofreu uma série de problemas de saúde na última década, principalmente no quadril, e não consegue andar sem ajuda.

Suas aparições públicas já estavam reduzidas antes da pandemia de Covid-19 e, desde então, ele pouco saiu de sua casa no Guarujá (SP).

Durante a hospitalização, ele precisou passar alguns dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas recuperou-se bem desde que foi transferido para um quarto. Vídeos divulgados pelo ex-jogador e por suas filhas no Instagram mostraram Pelé cantando, jogando cartas, fazendo fisioterapia e sorrindo para as câmeras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos