Pedrosa quer evitar previsões para prova na Argentina

Dani Pedrosa conseguiu um início promissor de temporada no Catar, a primeira corrida do circuito mundial da Moto GP. E apesar da visível empolgação para a próxima prova, na Argentina, o espanhol não quer traçar previsões de como será seu desempenho, preferindo aguardar o reconhecimento da pista nos próximos dias.

“É difícil fazer previsões antes de chegar ao circuito, pois nós precisamos ver as condições da pista e como os pneus funcionam. Mas estamos prontos e animados para chegar lá e pular na moto. O asfalto de lá costuma ser muito sujo e complicado para os pneus, mas tende a melhorar durante o fim de semana. Faremos nosso melhor para ter um bom resultado”, explicou o piloto.

Reconhecendo os aspectos positivos que lhe deram uma boa posição final na última corrida, Pedrosa quer repetir a estratégia que deu certo para o próximo desafio, agora em solo sul-americano.

“Nós permanecemos positivos após a primeira corrida, o que é um pouco estranho visto o que aconteceu antes de seu início, e agora nosso objetivo é continuar trabalhando duro, pensando em melhorar na Argentina. Nós vamos começar basicamente com o mesma configuração que terminamos no Catar, adaptando algumas coisas para esta pista, e na sexta veremos onde nós estamos”, completou.