Pedro Rocha se emociona ao falar sobre escolha pelo Flamengo: 'Foi a coisa mais fácil do mundo'

Matheus Dantas
LANCE!
Pedro Rocha durante sua apresentação oficial no Flamengo em coletiva no CT Ninho do Urubu. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF
Pedro Rocha durante sua apresentação oficial no Flamengo em coletiva no CT Ninho do Urubu. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

A voz embargada e as lágrimas representaram toda a emoção de Pedro Rocha ao ser apresentado como jogador do Flamengo nesta segunda-feira, no Ninho do Urubu. O atacante de 25 anos se emocionou ao falar da escolha pelo clube da Gávea e, em especial, sobre a relação com o pai. Segundo o novo camisa 32 rubro-negro, vestir o Manto é realizar um sonho dele e de toda "família Rocha".

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

- A gente escolhe o que o coração manda. Escolher o Flamengo foi a coisa mais fácil do mundo. Clube da minha infância, da minha família, é uma emoção muito grande. Como falei, escolha do coração, algo natural - afirmou Pedro Rocha, que concedeu a entrevista ao lado de Marcos Braz e Bruno Spindel.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

Enquanto as perguntas foram sobre a expectativa de defender o Flamengo e a concorrência no ataque, entre outros tópicos, Pedro Rocha, emocionado, já havia interrompido suas falas para concentrar-se antes de voltar a responder.

Quando foi perguntado sobre o pai, o senhor Jessé Neves, o novo atacante do Flamengo não conseguiu segurar a emoção - tampouco as lágrimas.

- Falar do meu pai é.... Desculpa (choro). Se hoje estou aqui muito é por ele. Ele que me ensinou o que é futebol, me acompanha até hoje e hoje estar vestindo a camisa do Flamengo é um sonho para ele, porque ele tentou também. Infelizmente não deu. Sei que o meu sonho é o sonho dele. Estou aqui por ele e por toda minha família - comentou Pedro Rocha, ex-Grêmio e Cruzeiro.

Apresentação de Pedro Rocha no Flamengo ao lado de Marcos Braz (d) no CT Ninho do Urubu. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF
Apresentação de Pedro Rocha no Flamengo ao lado de Marcos Braz (d) no CT Ninho do Urubu. Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

A chegada de Pedro Rocha aumenta a concorrência no setor ofensivo rubro-negro. Pelo lado esquerdo, Jorge Jesus traz de 2019 opções como Arrascaeta, Bruno Henrique e Vitinho, sendo que os três estão mantidos para este ano.

- Penso que nosso treinador terá muito trabalho para fazer o time jogar como em 2019. Chego para somar, dar mais qualidade. Estou feliz de estar participando e jogar com jogadores que foram fantásticos no ano passado. É um realização - projetou o camisa 32.

Assim como Gustavo Henrique, que se apresentou no Ninho do Urubu nesta tarde, Pedro Rocha inicia os trabalhos e fica à disposição de Maurício Souza, técnico do Sub-20, que comanda as atividades no CT com atletas das divisões de base e jogadores pouco aproveitados na reta final da última temporada.

Enquanto Jorge Jesus e os principais nomes do elenco - com reapresentação marcada para o dia 27 - não retornam ao trabalho, a opção pela dupla atuar já na Taça Guanabara, primeiro turno do Carioca, está a cargo de Maurício Souza.

Pedro Rocha chega ao Flamengo por empréstimo até dezembro de 2020, com opção de compra fixado junto ao Spartak Moscow ao fim do mesmo. O clube da Rússia desembolsou 12 milhões de euros pelo atacante em julho de 2017.

Antes, o camisa 32 havia destacado-se no Grêmio, onde atuou entre 2014 e 2017, sendo campeão da Copa do Brasil, em 2016, e da Libertadores, em 2017.

De acordo com Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, o clube já havia tentado a contratação de Pedro Rocha no meio da última temporada,quando o mesmo estava no Cruzeiro. Na visão do dirigente, o jogador chega para ser mais uma opção de qualidade a serviço de Jorge Jesus.

- Venho em nome do presidente e diretoria fazer a apresentação de mais um jogador importante, talentoso para o Flamengo. Como sempre venho passando para vocês, nosso objetivo é qualificar o grupo, dar mais musculatura, para que tenhamos um 2020, se possível, grandioso e vitorioso como foi 2019. Vida nova, ano novo, competições tão difíceis quanto as que se passaram - assim abriu a coletiva Marcos Braz, ao lado do diretor Bruno Spindel, antes de completar:

- Pedro é um jogador que, há algum tempo, vínhamos namorando. No meio de 2019 já vínhamos conversando. Não foi possível e agora conseguimos fazer a contratação. Estão de parabéns a diretoria, torcedores e o jogador. Boa sorte, Pedro. Estamos tendo muito êxito nas contratações (na gestão do presidente Rodolfo Landim) e tenho certeza que contigo não será diferente finalizou o VP.

Abaixo, outras respostas de Pedro Rocha, reforço do Flamengo para 2020:

Expectativa pela estreia pelo Flamengo
Expectativa muito grande, sonho com esse momento de entrar no Maracanã vestindo a camisa do Flamengo. Será um emoção muito grande. Contando os minutos para isso.

Escolha pelo número 32
É um número que me identifico e jogo há bastante tempo. Queria agradecer ao João Lucas, liguei para ele e com uma grandeza me concedeu esse número. Então, com toda humildade, venho agradecer a ele e a todos por essa recepção.

Pronto para a estreia?
Estou pronto sim. Quando volta de férias é um pouco mais complicado, mas sempre procuro me manter bem fisicamente para que o retorno sinta um pouco menos. Estou chegando agora, vamos ver como será a programação, estou voltando de férias e acredito que haja um trabalho especial preparado para, no momento certo, estar 100% para estrear.

Posição favorita dentro de campo
Procuro sempre estar dentro de campo, independente de onde for. Me identifico em estar sempre estive, pelos lados, mas vou estar sempre à disposição do treinador.

O que pode acrescentar ao time do Flamengo?
Acredito que possa acrescentar muita coisa apesar da pouca história que tenho no futebol. O que credencia o jogador são os jogos decisivos, eu procuro dar o meu máximo nessas ocasiões. Procuro trabalhar bastante, sem o trabalho as coisas não acontecem.

O que posso trazer todos já sabem. Minhas características sempre apresentei. O Mister pode falar melhor sobre onde posso atuar melhor. Ele e a comissão estarão vendo a melhor função para mim em campo. E no dia a dia vamos buscar o entrosamento com o Everton, Bruno...

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também