Pedro relembra momentos difíceis no Flamengo e celebra convocação: 'Sonho de criança'

Pedro também pediu a namorada em casamento após a convocação (Foto: Reprodução / FlaTV)


Além de Everton Ribeiro, Pedro também foi convocado por Tite para integrar a Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Qatar. Depois da explosão por ouvir seu nome na lista, o atacante do Flamengo relembrou os momentos difíceis e taxou 2022 como o melhor ano de sua vida.

Sobre os momentos complicados no Flamengo, Pedro revelou o tamanho da força mental necessária para superá-los. O atacante destacou o início difícil em 2022 e exaltou a volta por cima no clube para chegar à Copa do Mundo.

+ Flamengo parabeniza Everton Ribeiro e Pedro por convocação para a Copa do Mundo


- Sempre tive dentro de mim que era possível. É claro que em um momento difícil você acaba dando uma desanimada. Até o meio do ano eu perdi um pouco da parte mental, que é muito forte em mim. Depois voltei a treinar bem, a focar nos jogos - disse, antes de completar:

- Essa resiliência que eu tive foi muito importante. Os meus primeiros dois anos foram bons, mas sempre soube que poderia chegar mais longe. Só tenho a agradecer, os momentos difíceis são para amadurecer. Saio muito feliz deste ano - comentou.

Pedro também analisou o tamanho desta convocação para a sua carreira. Além disso, projetou a Copa do Mundo e mirou o sonho de todos os brasileiros: o hexacampeonato, no dia 18 de dezembro, no Qatar.

- Está sendo um dia muito especial. A concorrência é muito grande, poder ser convocado é um sonho de criança. Ainda estou meio assim, comemorando, ainda não caiu a ficha. É um momento que você olha para trás e vê tudo que você passou. Esse ano foi um ano que não comecei do jeito que queria, mas sempre acreditei no potencial de voltar à Seleção, vim para o Flamengo pensando nisso. Hoje eu consegui, só tenho a agradecer, agora é focar na Copa porque a gente quer trazer o hexa - finalizou.

+ Pedro, do Flamengo, comemora convocação para a Copa pedindo a namorada em casamento

O atacante permanece entregue aos serviços do Flamengo até o dia 13, quando a temporada dos clubes brasileiros se encerra. Na manhã seguinte, Pedro se apresenta à Seleção Brasileira em Turim, para iniciar a preparação visando a disputa da Copa do Mundo.

VEJA OUTROS PONTOS ABORDADOS NA COLETIVA

Melhor ano da vida
- Com certeza. Pelos títulos, coroando com essa convocação. Foi um ano que eu realizei sonhos realmente, conseguir títulos pelo time do meu coração. Agora é desfrutar, continuar evoluindo para chegar bem na Copa do Mundo.

Recado para o Pedro do passado
- Para ele continuar acreditando nos sonhos. Quando cheguei no Flamengo, era um sonho estar ali, minha família toda acompanhando. Era isso que eu ia dizer, continuar firme porque tudo é possível.

Chegada ao Flamengo
- Desde o meu primeiro dia fui muito bem recebido pelos torcedores. Meu agradecimento à Nação Rubro-Negra, que me ajudou, deixar meu agradecimento para todos os envolvidos no Flamengo, funcionários, comissão técnica, todos. Espero que a gente possa representar bem o Flamengo lá na Copa do Mundo.

Trabalho no Flamengo
- Essa convocação passa muito pelo trabalho de todos. Desde que ele chegou, o professor Dorival me deu muita confiança, falou que queria me colocar para jogar. Isso foi muito importante para mim, eles tiraram o melhor de cada jogador. Foi um ano que ele ajudou muito o Flamengo, essa convocação eu compartilho com meus companheiros também, sem eles não conseguiria.

Parceira com Everton Ribeiro
- Muita felicidade poder ir para a Seleção com o Everton. Antes eu não conhecia ele, mas quando cheguei ele me levou a estar perto dele, da família dele. Ele foi muito importante nesse processo, queria parabenizar ele. É um sonho que realizamos juntos.