Pedro Raul dá dicas para Matheus Nascimento no Botafogo: 'Dar o máximo de confiança'


Há uma grande expectativa no Botafogo por Matheus Nascimento. O atacante, que assinou o primeiro contrato profissional da carreira na última semana, é a principal promessa das categorias de base do clube e começará a treinar na equipe principal quando as atividades no Glorioso retornarem.

No time de cima, Matheus terá a companhia de Pedro Raul, atual camisa 9 e um dos artilheiros do Botafogo na temporada. Em live realizada na "BotafogoTV" nesta terça-feira, o atacante deu dicas para o jovem atacante dar os primeiros passos nas atividades profissionais

- Vou buscar ajudar muito quando for treinar com a gente. Sei o quão difícil é chegar em uma equipe profissional. Em jovens é preciso dar o máximo de confiança, tirar a responsabilidade deles. Ainda não o conheço, não sei o perfil dele. Converso muito com o Navarro, outro jovem da casa. Tem o próprio Luís Henrique, com ele aconteceu a mesma coisa, demos confiança e ele passou a jogar bem. Esse momento de adaptação é muito difícil. Se tratando dele, com 16 anos, vai jogar com jogadores de 30, 31, praticamente o dobro da idade, ele precisa se sentir à vontade - afirmou.

Pedro Raul ainda não teve nenhum contato direto com Matheus Nascimento, mas garante que o jovem será acolhido pelo elenco do Botafogo. O atual camisa 9, inclusive, deu o exemplo de como foi a adaptação de Luiz Henrique, de 18 anos, outro jogador da base, titular da equipe até a paralisação.

- A gente tem excelentes informações dele, está em ascensão. Gosto de acolher os mais novos, quando era mais novo eu gosto de ser acolhido pelos mais velhos. Não sou tão mais experiente com ele, mas o que eu puder ajudar eu vou fazer. Jogador é sempre bem-vindo no grupo, ainda mais sendo prata da casa. Fizemos isso com o Luiz Henrique e vamos torcer para que ele faça tudo de bom no profissional - completou.







O Botafogo, ao lado do Fluminense, é uma das equipes que defende que o futebol não retorne no Rio de Janeiro. Na última semana, jogadores, membros da comissão técnica e funcionários do Alvinegro fizeram os testes de COVID-19 pela primeira vez.

- É um momento muito delicado que o mundo todo está vivendo. A gente fez os testes semana passada, recebemos hoje. Não é algo que cabe a nós (voltar a jogar). Lidar com saúde é muito delicado. Os órgãos de saúde, junto com o Botafogo, estão tomando as decisões. Acredito que a decisão do Botafogo é a correta, se falando de Brasil e do município do Rio de Janeiro. É complicado - analisou Pedro Raul.

O atacante não retorna com o retorno do Campeonato Carioca ainda essa semana. A Ferj indiciou que Flamengo e Bangu se enfrentarão nesta quinta-feira, no Maracanã. O jogo do Botafogo, teoricamente, está marcado para o dia 22, segunda-feira, mas o clube avisou que não vai jogar.

- Quinta agora eu acho cedo. É um tema polêmico. Vivendo o que estamos vivendo, eu acho precoce. Acredito que, no nosso caso, a gente precisa a ter o contato com a bola para pensar em jogar. Não adianta a federação marcar jogos se a gente não está nem treinando - colocou.

- Não cabe aos atletas, cabe aos órgãos da saúde fazer um plano que seja bom para todos. Não adianta pensar no entretenimento, tem que pensar na saúde. Somos humanos, corremos riscos como todos. Tendo um projeto, acho que podemos voltar a jogar logo - completou.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também