Pedro Augusto revela como é a experiência de atuar no futebol da Tailândia

Pedro Augusto atua no futebol da Tailândia (Foto: Divulgação/Krabi FC)


Nascido em Ipatinga, Pedro surgiu no futebol por clubes do interior de minas, até que foi comprado pelo Surat Thani para temporada 18/19. A adaptação foi rápida e logo em suas duas primeiras temporadas no país o atleta marcou 39 gols em 51 jogos.

Entretanto, apesar da fase artilheira, o jogador explica como foi a adaptação de morar na Tailândia, atualmente na região de Krabi, conhecida por seus penhascos, florestas de mangue, praias, e as mais de 100 ilhas costeiras:

- Culturalmente falando é muito bom, país tranquilo, com paisagens que você não encontra por aí. Tem as dificuldades naturais do idioma e da própria cultura, mas nada que não seja possível se adaptar.

O bom desempenho chamou a atenção do Krabi FC, que contratou o atacante para ser seu principal nome na temporada 22/23. As atuações de gala que chamaram atenção da equipe, e a rápida adaptação tem uma explicação:

- Sim, os tailandeses são bem receptivos. Me sinto em casa, e acredito que cresci como pessoa por aqui, sou muito mais ‘do mundo’ agora. Fico feliz de ser um cara que pode viver essas experiências, fazendo o que amo ainda por cima, é isso que eu levo para a vida.

Com o início da temporada, Pedro chega ao seu quarto ano seguido no país, e já encontrou qual a principal diferença entre a Tailândia e o Brasil. Apesar de se sentir em casa, e estar a vontade, o atleta "sofre" com uma questão bastante importante no dia a dia.

- Acredito que seja a questão da comida mesmo, mas eu me adaptei muito bem, hoje não consigo ficar sem não (risos) - concluiu.