Pedrinho confirma renovação com o Corinthians e faz elogios ao estilo de jogo ofensivo de Dyego Coelho

Yago Rudá
LANCE!
Sem Pedrinho em campo, Corinthians ainda não venceu no Brasileirão; com ele tem desempenho de G4 (Foto: AFP)
Sem Pedrinho em campo, Corinthians ainda não venceu no Brasileirão; com ele tem desempenho de G4 (Foto: AFP)


Destaque do Corinthians nesta temporada, o meia-atacante Pedrinho confirmou que assinará um novo contrato com o Timão em janeiro do ano que vem. O jovem jogador, de apenas 21 anos, tem vínculo com o clube do Parque São Jorge até o fim de dezembro de 2020 e, mesmo sendo alvo de clubes estrangeiros, permanecerá no Alvinegro. O atleta também fez elogios ao técnico Dyego Coelho por seu estilo ofensivo de jogo.

- Estamos conversando para, já no início de janeiro, poder ter a renovação com o Corinthians - afirmou o jogador ao ser questionado sobre o tema. Vale ressaltar que a decisão de permanecer no Timão foi tomada antes mesmo da demissão do técnico Fábio Carille, no início deste mês.


De volta da Seleção Brasileira Sub-23, onde disputou o torneio de Tenerife, na Espanha, Pedrinho volta aos treinos com bola na tarde desta quarta-feira. O jogador é reforço certo para o jogo contra o Botafogo, domingo, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O meia-atacante se reapresentou no CT Joaquim Grava na última terça, mas fez exercícios regenerativos na academia.

TABELA




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Apontado como um dos jogadores mais promissores revelados pelo Corinthians nos últimos anos, Pedrinho também demonstrou sua preferência pelo estilo de jogo adotado pelo técnico interino Dyego Coelho, mais ofensivo em relação ao anterior. O jogador, que vem sendo utilizado na faixa central do campo, lembrou que pode evoluir com a nova tática.

- Pelo estilo de jogo que o Corinthians tem, teve nos últimos anos, isso acaba atrapalhando um pouco nos números de gols. Esse ano pude fazer mais, então espero que para o ano que vem esse número possa crescer. É algo que me cobro todo dia, meus pais me cobram. Quero evoluir e ajudar a equipe - frisou.

No próximo domingo, às 18h, o Corinthians mede forças com o Botafogo pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Timão é o oitavo colocado, com 50 pontos ganhos, e tenta uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.



Confira outros trechos da entrevista coletiva de Pedrinho:

Sobre uma suposta 'Pedrinho Dependência'
Acabei vendo os números. Todo jogador é importante. Infelizmente, as vitórias não apareceram quando eu não estava.

Sobre atuar centralizado
Faz dois ou três anos que não atuo por ali. Querendo ou não, na Seleção acabo atuando um pouco diferente, vão ter altos e baixos. O importante é poder ajudar os meus companheiros ainda mais.

Estilo de jogo proposta por Dyego Coelho
É um jeito totalmente diferente. Não é de um dia para o outro que vamos nos adaptar nessa forma. Pressionar e sair com a posse de bola. Muitas vezes têm esses altos e baixos por conta dessas mudanças.

Vai torcer para quem na final da Copa Libertadores?
Que possa vencer o melhor. A gente tem que jogar o nosso futebol, se importar com isso. Com certeza vamos ter chances de disputar a Copa Libertadores.

Importância de conquistar uma vaga na Copa Libertadores

Sim, com certeza. A Libertadores motiva ainda mais, mas jogar no Corinthians já é uma motivação independente. Faltam cinco jogos e a gente tem que tentar o máximo possível de pontos. Então, é algo que nos incentiva disputar a Libertadores do ano que vem.

Sobre uma possível dependência de outros resultados
Acabo olhando mais para nós mesmos. Tenho certeza que se fizermos bons jogos vamos conseguir essa vaga para a Libertadores. Temos grandes chances.

Dia da Consciência Negra
Essa situação é um pouco complicada. Só quem passa por isso sabe o quão complicado é isso. Os direitos, independente da cor da pele ou de quem seja, tem que ser os mesmos para todos. O futebol é um meio onde podemos contribuir para que isso acabe, não só o futebol mas em várias outras modalidades.

Já sofreu preconceito?
Não, nunca passei por isso. Tenho amigos que já passaram e sei o quão complicado é isso.

Satisfeito com seus números nesta temporada?
Satisfeito a gente nunca se dá porque temos sempre que buscar a evolução. Pelo estilo de jogo que o Corinthians tem, teve nos últimos anos, isso acaba atrapalhando um pouco nos números de gols. Esse ano pude fazer mais, então espero que para o ano que vem esse número possa crescer. É algo que me cobro todo dia, meus pais me cobram. Quero evoluir e ajudar a equipe.

Tabela do Corinthians (Botafogo, Avaí, Atlético-MG, Ceará e Fluminense)até o fim do Brasileirão é fácil?
Não. Os times que brigam pelo rebaixamento são muito complicados. Tenho certeza que eles vão jogar pela honra deles. Por esse fator acho que nenhum jogo vai ser fácil.

Visita de Tiago Nunes
Jogar no Corinthians todo jogo é importante. Isso serve para todos os jogadores. Esperamos que seja uma temporada de grande sucesso para todos.

Você poderia atuar mais próximo dos volantes para ajudar na saída de bola?
Sim, tenho essa característica. Isso depende muito da tal formação. Isso vai depender do jogo, muitas vezes não vou poder buscar a bola nos pés. O Coelho vai definir isso. Vou me empenhar o máximo para agradar o Coelho, agradar o Corinthians e meus companheiros.

Tabu contra o Botafogo jogando no Rio de Janeiro
Faz um tempinho. Temos que fazer o que o treinador pedir e nos entregar o máximo. Tenho certeza que se fizermos um grande jogo, um jogo equilibrado. Vamos trabalhar para buscar os três pontos e tentar quebrar esse tabu.







































Leia também