Pedretti disputa o Aberto da República no Rio de Janeiro

Luiz Candido/Luz Press


A paulista Thaisa Pedretti, 457ª no ranking da WTA, está confirmada na chave principal do Aberto da República – ITF W60, que será disputado de 27 de novembro a 3 de dezembro, no Rio de Janeiro. A tenista, que a princípio jogaria o qualifying, foi contemplada com um wild card (convite) dado pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

“É uma oportunidade muito legal. Gostaria de agradecer a CBT pelo wild card na chave. Em outubro, fiz a minha primeira semifinal de um W60, nos Estados Unidos, então sei o quão importante é estar jogando torneios desse nível e é o que eu quero para mim daqui pra frente”, afirmou Pedretti, de 23 anos, que soma seis títulos na carreira, todos eles ITF W15.

Thaisa ressalta a importância dos torneios no Brasil: “É sempre muito importante estar jogando em casa. A CBT vem buscando fazer cada vez mais torneios no país, principalmente para puxar essa nova safra de juvenis que está vindo. Sem contar a parte financeira, você não precisar se deslocar para fora, é muito mais econômico jogar em casa, com a família, amigos e equipe por perto.”

O Aberto da República é o último torneio do ano de Thaisa, que no primeiro semestre teve que ficar afastada dois meses das quadras tratando uma lesão no púbis. “Não foi uma temporada 100% boa, mas consegui voltar para as quadras saudável, sem dor, isso foi o mais importante. Joguei agora oito semanas seguidas, sem lesão e com ótimas vitórias contra tenistas que já foram top 40, 50. Estou tendo um final de ano positivo e ainda tem mais para acontecer. Espero fazer uma ótima semana no Rio”, avaliou.

A CBT também deu um convite para a jovem paulista Ana Candiotto, 803ª. Com isso, o Brasil tem quatro tenistas na chave principal: Pedretti, Candiotto, Laura Pigossi e Gabriela Cé.