Pec marca, Vasco vence o CSA em São Januário e encosta no G4 da Série B

Vasco venceu o CSA em casa e subiu na tabela do Brasileirão (Foto: Daniel Ramalho / Vasco)


Se é "obrigação" ganhar em casa, o Vasco não jogou bem, mas pelo menos fez valer o pedido da torcida e bateu o CSA por 1 a 0 neste sábado, em São Januário, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O gol de Gabriel Pec já na segunda etapa salvou o que seria mais uma atuação muito ruim da equipe do técnico Zé Ricardo na competição. Regido pela torcida, o Cruz-Maltino volta a sonhar com o G4.

Com o resultado, o Vasco chega a quinto lugar, com 10 pontos. Já os visitantes ficam em 15º, com seis, e seguem sem marcar gols fora de casa. Na próxima rodada, o Cruz-Maltino terá o Bahia pela frente, um dos concorrentes ao G4. O duelo será domingo, às 16h, em São Januário. Já o CSA tem na terça-feira o jogo de volta com o América-MG pela Copa do Brasil às 19h. A ida foi 3 a 0 para os mineiros.

Veja a tabela da Série B do Brasileirão

DIFICULDADES

A partida começou minimamente animada com os dois times tentando ficar com a bola. A torcida já demonstrava irritação com a arbitragem desde os minutos iniciais por conta da marcação de faltas para o CSA, mas fazia bonita festa na arquibancada praticamente lotada. Em campo, o Vasco demonstrou a velha dificuldade em armar as jogadas. Limitada tecnicamente, a equipe pecava na hora de finalizar. A chance mais perigosa foi uma cobrança de falta de Nene defendida pelo goleiro.

LIMITAÇÕES

Se o ataque era fraco e quase não levava perigo, a defesa proporcionou emoções que o torcedor do Vasco preferia não vivenciar. Com diversos erros no próprio campo, o Cruz-Maltino quase deu de presente duas grandes chances para o CSA, ambas com Lucas Barcelos. Thiago Rodrigues não deu sustos e foi seguro. Os visitantes mal faziam força, mas avançavam com certa tranquilidade. As vaias vindas da arquibancada e os xingamentos a Zé Ricardo dão o tom do que foram os primeiros 45 minutos.

DEVAGAR

O segundo tempo continuou muito ruim para o Vasco em diversos aspectos, mesmo o CSA abrindo mão de jogar para apenas tentar segurar o empate ou buscar um contra-ataque. Na parte inicial, Marco Túlio chegou perto para os visitantes. Pouco depois, Nene foi bloqueado por Lucão em boa chegada. O cenário só começou a mudar com as alterações de Zé Ricardo, chamado até de burro quando tirou Nene de campo.

FAZ A FESTA

Mas as entradas de Figueiredo, Juninho e Palacios melhoraram a equipe. Foram minutos de muita pressão e boas chegadas até que, aos 28, Gabriel Pec finalmente balançou a rede. Giva afastou mal da área e entregou nos pés de Figueiredo, que arriscou de fora da área e mandou na trave. No rebote, o atacante aproveitou o espaço dado por Werley para empurrar e marcar pela primeira vez nessa Série B.

COMEMORA

Já sem muitos recursos, o CSA resistiu pouco. Até ficou com a bola no pé, mas teve dificuldades de desenvolver os lances. Já o Vasco ia se segurando como podia. Bruno Nazário chegou a ser expulso no banco de reservas por reclamação e Yuri Lara, um dos destaques, levantava ainda mais a torcida.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1X0 CSA

Data e hora:
07/05/2022, às 19h
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA - SP)
VAR: Rafael Traci (SC)

Gols: Gabriel Pec (28'/2ºT) (1-0)
Cartões amarelos: Halls, Andrey Santos, Yuri Lara, Thiago Rodrigues (VAS), Didira (CSA)
Cartões vermelhos: Bruno Nazário (VAS)

VASCO: ​Thiago Rodrigues; Gabriel Dias, Quintero, Anderson Conceição, Edimar; Yuri, Andrey Santos (Juninho - 14'/2ºT), Nene (Palacios - 22'/2ºT), Gabriel Pec (Luiz Henrique - 45'/2ºT) e Getúlio (Figueiredo - 14'/2ºT); Raniel. Técnico: Zé Ricardo.

CSA: Marcelo Carné; Igor (Dalberto - 18'/2ºT), Werley, Lucão e Diego Renan; Geovane, Giva Santos e Lourenço (Yann Rolim - 21'/2ºT); Didira (Gabriel - 18'/2ºT), Marco Túlio (Osvaldo - 18'/2ºT) e Lucas Barcelos. Técnico: Mozart.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos